Inclusão Digital e Letramento Digital transformam vidas em Campina Grande

Da Redação com Codecom/CG

Publicado em 16/11/2023 às 19:54

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!

Na era da informação, a inclusão e o letramento digital surgem como ferramentas essenciais para a construção de uma sociedade mais conectada, capacitada e participativa.

Em Campina Grande, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), está trilhando um caminho significativo na promoção desses princípios, com destaque para o Projeto Lan House Social Campina.

Já são mais de mil alunos contemplados e certificados em toda cidade.

O Projeto Lan House Social é mais do que uma iniciativa de inclusão digital; é um compromisso direto com o Programa Campina Conectada e o Programa de Letramento Digital da SECTI.

Estes programas confirmam a importância do acesso à tecnologia como também entendem que a verdadeira inclusão vai além do simples uso de aparelhos tecnológicos, envolvendo a capacitação e o entendimento profundo das ferramentas digitais.

Só em novembro, mais de 20 turmas já tiveram as aulas iniciadas. As aulas são ministradas nas Lan Houses Sociais da SECTI, APAE, Estação Cidadania Cultura (bairro das Malvinas), Instituto dos Cegos, Feira Central e no Parque da Liberdade.

Em breve, também serão disponibilizadas aulas na Lan House itinerante, uma parceria da Prefeitura de Campina Grande, SESI E Ministério Público Estadual, que é um espaço montado em uma carreta, com a facilidade de deslocamento por toda cidade, atingindo assim, um maior número de pessoas.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O projeto oferece sete cursos nas Lan Houses Sociais espalhadas pela cidade. Desde Design Gráfico e Web Design até Montagem e Manutenção de Computadores, Redes de Computadores e Jogos Digitais, uma gama de cursos abrange áreas que moldam não apenas o conhecimento individual, mas também o desenvolvimento econômico e social da comunidade.

A gratuidade dos cursos é uma garantia de que a inclusão digital não é restrita, mas aberta a todos. No entanto, destaca-se o foco especial nos alunos com mais de 60 anos.

A Secretaria confirma que a inclusão digital é uma ponte para a participação ativa na sociedade contemporânea e quebrar barreiras geracionais é uma missão prioritária.

A secretária Laryssa Almeida, falou sobre a importância dessa iniciativa: “A inclusão digital não é apenas uma questão de acesso à tecnologia, mas sim uma estratégia para construir uma sociedade mais justa e capacitada”, comentou.

O Projeto Lan House Social é mais do que uma oferta de cursos; é uma plataforma para o desenvolvimento da cidadania digital e social. Ao capacitar os cidadãos com conhecimentos digitais, estamos moldando um futuro onde todos têm a oportunidade de prosperar na era digital.

Em Campina Grande, a inclusão digital não é apenas uma meta; é uma realidade em construção, guiada pelo compromisso da Prefeitura e da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação. Estamos trilhando juntos o caminho de uma sociedade verdadeiramente conectada, capacitada e inclusiva.

Para saber mais sobre os cursos oferecidos, acesse o Instagram da secretaria: @secti.cg

2021 - ParaibaOnline - Rainha Publicidade e Propaganda Ltda - Todos os direitos reservados.

BeeCube