São João

Maior São João do Mundo: Variedade gastronômica no Parque do Povo

Da Redação*
Publicado em 6 de junho de 2024 às 10:01

Foto: Thaylanny Almeida/Repórter Junino

Continua depois da publicidade

O São João é uma festa que carrega em sua essência a cultura nordestina, trazendo forró, quadrilhas, decorações juninas e comidas típicas. No Parque do Povo não é diferente, e todos esses elementos fazem parte do ‘Maior São João do Mundo’, destacando-se não apenas pela magnitude da festa, mas também pela diversidade de comidas que as barracas e os quiosques oferecem.

O comerciante Décio Alves, 50, trabalha há 15 anos no Parque do Povo, mas começou a vender churros e crepes há 5 anos e todos os dias das 18h até o final da noite vem vender o seu produto. Ele destacou os sabores que oferta: “Quem vir aqui tem que procurar o Master’s Churros. É o melhor churros aqui do evento, temos de doce de leite, chocolate, misto, além de crepes de ouro branco, prestígio, caribe, batom e ouro branco”.

 maçã do amor

Foto: Thaylanny Almeida/Repórter Junino

Enquanto Ana Paula Muniz, 42, proprietária da barraca “Maçã do Amor do Tucano”, comentou que desde pequena acompanhava seus pais que já vendiam essa comida típica, e seguiu a tradição da família: “Eu já vinha com meus pais na infância. Quando eu era pequena, a gente já vinha para o Parque do Povo vender maçã do amor, na época ainda era na pirâmide e depois disso continuei vendendo”. Ana falou que as vendas estão indo muito bem: “Está começando a aquecer já, graças a Deus. E a gente espera que melhore muito mais, né?”.

Dona Inácia Bezerra, 66, proprietária da Barraca “Paz e Amor”, trabalha há 39 anos na festa e é conhecida por vender seus espetinhos. “Tem de carne, frango, bacon, frango com bacon, coração”, destacou.

Já para Nilda Lima, 49, dona da barraca “Oxente que Delícia” é a sua primeira vez vendendo caldinhos. “Desde o primeiro dia as pessoas compram e voltam, graças a Deus. Vendo caldinho de mocotó, vaca atolada (macaxeira e carne), camarão, caldo verde, cabeça de galo, caldo de quenga (frango, batata, cenoura e abóbora)”, ressaltou.

No Parque do Povo também é possível encontrar Acarajé. “Vendo Acarajé que é acompanhado por um bolinho feito com feijão, vatapá, salada e camarão, que é defumado. Aí gente chega aqui e diz se quer quente ou frio, tem a pimenta também, mas é opcional”, salientou Ivalmirene Queiroz, dona da barraca “Acarajé da Babi”.

Gleidson Gonçalves, 30, funcionário da “Gorlami Pizzaria”, falou sobre dos sabores de pizza que vendem: “A gente vende pizza brotinho de frango com requeijão, calabresa, também temos o nosso carro-chefe que é a pizza de pudim, que fidelizou mais ainda alguns clientes”.

Tapioca, hambúrguer, sushi, bolos, pudins, pamonha e várias outras comidas são encontradas na festa do Maior São João do Mundo, atingindo todos os paladares. O Parque do Povo é sinônimo de muita festa e tradição, mas também de uma diversidade gastronômica que perpassa por todos os sabores regionais e nacionais.

*Repórter Junino – Reportagem: Thaylanny Almeida/ Fotografia: Thaylanny Almeida/ Editoria: Fernando Firmino

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!

ParaibaOnline

© 2003 - 2024 - ParaibaOnline - Rainha Publicidade e Propaganda Ltda - Todos os direitos reservados.