Política

Colunista destaca a ´fulminante´ posse de suplente da ALPB

Da Redação
Publicado em 5 de julho de 2024 às 20:35

tovar correia

Foto: ParaibaOnline

Continua depois da publicidade

O Diário do Poder Legislativo publicou um pedido de licença – “para tratamento interesse particular” – do deputado Tovar Correia Lima (PSDB) por 121 dias, sendo que três deles para “tratamento de saúde”.

No atestado médico anexado ao pedido de licença é certificado um quadro de “dermatofibroma, uma lesão cutânea benigna, que se desenvolve geralmente nas camadas mais profundas da pele” – CID M 22 –, detalhada no sites especializados na internet como “uma afecção cutânea comum que afeta principalmente indivíduos de pele de cor”, e que “caracteriza-se pelo surgimento de múltiplas lesões papulares na face, pescoço e região do colo”.

A sigla CID significa um código internacional de classificação de doenças. 

Ato contínuo ao pedido de licença, foi convocada a suplente da vez – a PM Rebeca Lopes de Souza Barros.

Rebeca comunicou à mesa diretora da ALPB que estava “impossibilitada de assumir o mandato parlamentar”.

Ela invocou “questões de foro íntimo” e frisou que tomou a decisão “após uma reflexão cuidadosa”.

Em função da desistência de Rebeca, houve a convocação do suplente seguinte: o ex-vereador campinense Cledson Rodrigues da Silva.

Cledson vem a ser ´Dinho Papa-Léguas´, que teve o mandato de vereador cassado no ano passado por conta de alegada fraude na ´cota de gênero´ nas eleições de 2020 (foi eleito pelo então Democratas).

O atendimento médico de Tovar que gerou o atestado; o seu pedido de licença; a convocação de Rebeca; a sua “reflexão cuidadosa” e desistência de assumir; a convocação de ´Dinho´; e a posse do novo deputado ocorreram num único dia. 

“Estou me licenciando do mandato para que eu possa cuidar da saúde e, logo em seguida, me dedicar às campanhas eleitorais em Campina Grande e nos municípios da nossa base de atuação”, informou Tovar.

“Esse mandato será curto. Porém muito importante e com participação de todos! Obrigado Campina Grande esse mandato é de vocês!- registrou Dinho em suas redes sociais.

Angulação eleitoral. ´Dinho´ foi até pouco tempo secretário (de Esportes) do governo Bruno. 

Agora tem a chance de assumir um mandato estadual, em pleno período eleitoral, pelas mãos de um (atual) adversário do prefeito Bruno.

Convenhamos que Tovar pode até ser um “bom samaritano”, mas certamente como agente político não chega a esse nível.

Quem pode passar a limpo essa história – se assim o desejar – é o deputado estadual Fábio Ramalho, presidente estadual do PSDB, que esteve ao lado de Tovar no último sábado, quando da confraternização junina ocorrida na granja de Romero. 

*notas da coluna Aparte, assinada pelo jornalista Arimatéa Souza.

Para ler a edição completa desta sexta-feira, acesse aqui:

Aparte: Recado para um pássaro em Campina Grande (paraibaonline.com.br)

*não deixe de seguir nosso instagram: @paraiba_online

 

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!

ParaibaOnline

© 2003 - 2024 - ParaibaOnline - Rainha Publicidade e Propaganda Ltda - Todos os direitos reservados.