Policial

Paraibano é preso no Paraná após aplicar golpe e se passar por diácono

Da Redação
Publicado em 5 de julho de 2024 às 22:06

falso diácono preso

Foto: Frame/Rede Ita

Continua depois da publicidade

Marcos Antônio Oliveira Batista, de 27 anos, natural de Água Branca, no sertão da Paraíba, foi preso no Paraná após aplicar um golpe do Pix falso.

Além disso, ele se apresentava falsamente como diácono da Igreja Católica.

Ao ser detido, Marcos apresentou um documento que supostamente atestava sua ordenação como diácono pela Arquidiocese de Brasília em uma celebração eucarística em 2 de dezembro de 2020.

No entanto, a Arquidiocese de Brasília emitiu uma nota desmentindo a alegação e afirmando desconhecer qualquer ordenação oficial de Marcos em seu território. Medidas estão sendo tomadas para corrigir as informações falsas e proteger a integridade da comunidade católica.

A Arquidiocese de Salvador também informou que Marcos se apresentou na cidade como diácono, utilizando a mesma certidão falsa.

Nas redes sociais, a Arquidiocese de Brasília compartilhou a certidão falsa apresentada por ele.

Marcos também é acusado de aplicar golpes em um hotel e uma loja na cidade de Patos, no sertão da Paraíba, em fevereiro deste ano, além de ameaçar um jornalista que divulgou o caso.

A proprietária da loja registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil. Segundo a polícia, Marcos cometeu diversos outros golpes em várias cidades.

*com informações da Rede Ita

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!

ParaibaOnline

© 2003 - 2024 - ParaibaOnline - Rainha Publicidade e Propaganda Ltda - Todos os direitos reservados.