Esportes

Presidente da FPF comemora escolha do Brasil para sede do Mundial Feminino

Da Redação*
Publicado em 17 de maio de 2024 às 13:17

Michelle Ramalho presidente da FPF

Foto: Divulgação/FPF-PB

Única mulher a presidir uma federação de futebol no país, Michelle Ramalho cumpriu à risca a missão dada pela CBF. Durante os últimos três dias, a presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF-PB) esteve na Tailândia como integrante da comitiva brasileira para ajudar no convencimento da candidatura nacional para sediar a Copa do Mundo Feminina de 2027.

Amiga pessoal de Gianni Infantino, Michelle Ramalho foi vista ao lado do presidente da Fifa em vários momentos. Do jantar oficial à pelada com dirigentes internacionais, do qual Infantino participou. Nesses momentos de holofotes, ela aproveitou para vender a candidatura brasileira, especialmente para a delegação africana.

“É um momento de muita alegria, muita felicidade. Acabamos de ganhar o direito aqui na Tailândia de sediar a Copa do Mundo feminina no Brasil”, disse Michelle Ramalho, em vídeo exibido no Bom Dia Paraíba desta sexta-feira, nas TVs Cabo Branco e Paraíba, afiliadas da Globo.

Pela primeira vez, a eleição foi decidida pelo voto direto de todas as 211 federações nacionais. A candidatura brasileira superou a europeia – formada por Holanda, Alemanha e Bélgica – por 119 votos a 78 durante o Congresso da Fifa, realizado em Bangkok, na Tailândia, nesta sexta-feira.

Michelle Ramalho também foi política com o ex-jogador Seedorf, homem-forte da candidatura europeia. Ao tietar o craque holandês, demonstrou para todos uma postura de que o mais importante era fazer o melhor para o desenvolvimento do futebol feminino, sem revanchismos. E essa foi justamente a maior bandeira da candidatura brasileira – de levar o Mundial pela primeira vez para o continente sul-americano.

“Estou muito feliz, muito grata, primeiramente a Deus e muito feliz por nós brasileiros termos tido essa conquista, que vai impactar em todo o futebol, todo o futebol feminino, não apenas no Brasil, como na América do Sul e como no mundo. Vamos que vamos fazer a melhor Copa do Mundo da história ‘, avisou a paraibana.

Próxima da geração vice-campeã mundial, que tinha Marta como ícone, a presidente da FPB-PB se sentiu em casa. A comitiva brasileira presente no Congresso da Fifa, em Bangkok, foi formada majoritariamente por mulheres.

Além de Michelle, contou com a presença da ex-jogadoras Formiga, recordista de participações em Copas do Mundo (sete edições), Aline Pellegrino, gerente de competições da CBF, e Rosana Augusto, técnica da seleção sub-20, todas elas vice-campeãs mundiais na Copa de 2007.

No fim do congresso, Michelle Ramalho resumiu o sentimento de todas.

“Missão cumprida”.

*Com Gepb

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!

ParaibaOnline

© 2003 - 2024 - ParaibaOnline - Rainha Publicidade e Propaganda Ltda - Todos os direitos reservados.