Esportes

Cruzeiro vence Cuiabá e encosta no G-4 do Brasileirão

Da Redação*
Publicado em 13 de junho de 2024 às 21:22

cruzeiro x cuiabá serie a

Foto: Ascom/Cruzeiro

Contando com o apoio da torcida e mais uma grande atuação de Matheus Pereira -que fez um gol e deu uma assistência-, o Cruzeiro venceu o Cuiabá por 2 a 1 nesta quinta-feira (13). O jogo no Mineirão foi válido pela oitava rodada do Brasileirão.

Matheus Pereira abriu o placar para o Cruzeiro no último lance do primeiro tempo. Antes disso, o time mineiro dominou o jogo, mas teve dificuldades para criar boas oportunidades. O Cuiabá apostou nos contragolpes e quase abriu o placar em um deles.

No segundo tempo, Pitta empatou para o Cuiabá, mas Rafa Silva deu a vitória ao Cruzeiro. Inferiores até o gol do Cuiabá, os donos da casa responderam rápido e se mantiveram no ataque, segurando a pressão do Dourado nos acréscimos.

Com a vitória, o Cruzeiro chegou a 13 pontos em sete jogos. A equipe mineira assumiu, provisoriamente, a sexta colocação, a apenas três pontos do Botafogo, que lidera ao Brasileiro, mas tem oito jogos realizados.

Estacionado nos quatro pontos, o Cuiabá, que já tem oito jogos, continua na zona de rebaixamento. A equipe é a vice-lanterna da competição.

O Cruzeiro volta a campo no próximo domingo (16). A equipe mineira visita o Vasco em São Januário, às 18h30 (de Brasília).

Depois de dois jogos fora, o Cuiabá recebe o Fortaleza na nona rodada. As equipes se enfrentam também no próximo domingo (16), às 18h30 (de Brasília).

O JOGO
Apesar de começarem melhor a partida, trocando mais passes, o Cruzeiro não conseguiu ameaçar o Cuiabá no início do jogo. Com uma forte marcação, os visitantes forçavam os cruzeirenses a rodar a bola sem objetividade, enquanto buscavam – sem sucesso – os contragolpes.

Apenas depois dos 20 minutos, os anfitriões conseguiram chegar com perigo. Aos 21, William recebeu bom cruzamento e cabeceou fechando, buscando Rafa Silva, que não chegou a tempo de tocar para as redes. Aos 27, a bola sobrou para Barreal, que dentro da grande área, teve muito espaço e bateu forte. Walter saltou e fez uma ótima defesa.

O Cuiabá também teve a chance de abrir o placar no fim da etapa inicial. A reta final do primeiro tempo foi mais aberta, com os visitantes chegando mais vezes no campo de ataque. Entre algumas finalizações travadas, o Dourado quase marcou com Clayson. Aos 41, após confusão na área, ele ficou com a bola e, com o goleiro caído – e um zagueiro sob a trave -, mandou por cima do gol.

Matheus Pereira abriu o placar para o Cruzeiro no último lance do primeiro tempo. William carregou pela direita e cruzou na marca do pênalti. O camisa 10 do Cruzeiro subiu mais alto que dois zagueiros e se antecipou ao goleiro Walter, cabeceando para abrir o placar. Este foi o sexto gol de Matheus Pereira na temporada.

Com uma postura diferente, os visitantes melhoraram depois do intervalo. O Cuiabá buscou mais o ataque, apostando em duelos pelas pontas. Mesmo sem pressionar, o time do Mato Grosso marcou presença no ataque até conseguir empatar a partida.

O gol de empate veio em uma cobrança de pênalti, aos 18 minutos. Clayson recebeu pela direita e partiu para cima de Zé Ivaldo, até invadir a área. O atacante tentou passar pelo zagueiro do Cruzeiro e foi derrubado na área. Pitta cobrou bem, deslocou Anderson e deixou tudo igual.

Se o Cuiabá precisou de praticamente 20 minutos de superioridade para empatar, o Cruzeiro foi muito mais rápido na reação. Aos 22 minutos, Matheus Pereira recebeu na entrada da área e tocou em profundidade para Rafa Silva. O atacante cruzeirense virou e bateu rasteiro, rápido, no canto, deixando Walter sem reação, e colocando o Cruzeiro mais uma vez à frente no placar.

Logo após o gol, Fernando Seabra fez quatro alterações, mantendo o time no ataque. Com alguns jovens em campo, o Cruzeiro investiu em jogadas pelos lados do campo, e criou chances para aumentar a vantagem, com William, que viu Walter fazer boa defesa, e Matheus Pereira, que acertou a trave.

Cuiabá pressionou o Cruzeiro nos acréscimos. Com muitos jogadores de ataque dentro de campo, os visitantes apostaram nos cruzamentos para buscar o empate. Os cruzeirenses, por sua vez, povoaram a própria área para repelir as investidas do Dourado. Alan Empereur teve a melhor chance após uma bola rebatida, mas foi travado pela defesa da Raposa, que segurou a importante vitória após dez minutos de acréscimos.

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 13 de junho de 2024 (quinta-feira), às 19h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Cartões amarelos: Rafa Silva, Anderson, Matheus Pereira e Fernando Seabra (CRU); Ramon e Marllon (CUI)
Gols: Matheus Pereira, aos 47 minutos do primeiro tempo; Pitta, aos 18′, e Rafa Silva, aos 21 minutos do segundo tempo
CRUZEIRO
Anderson; William, Zé Ivaldo, João Marcelo e Kaiki (Villalba); Romero (Ramiro), Lucas Silva (Vitinho) e Matheus Pereira; Gabriel Veron (Robert), Barreal (Japa) e Rafa Silva. T.: Fernando Seabra
CUIABÁ
Walter; Raylan, Marllon, Empereur e Ramon; Lucas Mineiro, Denilson (Gimenez) e Max (André Luís); Jonathan Cafú (Eliel), Pitta e Clayson (Guilherme Madruga). T.: Petit

* SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!

ParaibaOnline

© 2003 - 2024 - ParaibaOnline - Rainha Publicidade e Propaganda Ltda - Todos os direitos reservados.