Esportes

Brasileirão: técnico do Grêmio estranha ter sido chamado de “burro”

Da Redação
Publicado em 6 de julho de 2024 às 10:47

renato-gaucho

Foto: Grêmio TV

O técnico Renato Gaúcho comentou os gritos de “burro” que ouviu de parte das arquibancadas após o Grêmio levar o empate do Palmeiras.

O técnico disse que nunca tinha sido alvo de gritos de “burro”. Ele ouviu os xingamentos pela primeira vez após fazer três substituições, na reta final do jogo, e o time levar dois gols relâmpagos na sequência.

Renato contou que estranhou a reação, mas que não se preocupa: “Sou bom para caramba”. O treinador deu até “certa razão” justamente pela frustração de estar vencendo por 2 a 0 e terminar o jogo com o sabor agridoce do empate.

Ele afirmou que não se arrepende das mudanças que fez, mas assumiu a responsabilidade e ponderou que entende a torcida. O Grêmio está na zona do rebaixamento, em 18º, com 11 pontos, mas tem dois jogos a menos.

“Até estranhei a reação da nossa torcida, porque nunca tinha acontecido assim. Mas eu entendo pelo resultado, pela nossa situação, vencendo por 2 a 0 e chega o empate. Mas isso não me preocupa, faz parte do futebol. Sabe por quê? Porque eu sou bom para caramba”, disse.

“A torcida do Grêmio sempre esteve e sempre vai estar comigo porque ela sabe do trabalho. Até dou uma certa razão para ela porque estávamos vencendo por 2 a 0 e na hora da substituição, o Palmeiras empatou. Futebol é assim.”

“Eu mesmo nunca tinha escutado isso [gritos de burro]. Por um lado é bom, escutar de vez em quando a palavra burro para saber o que ela representa. Mas eu faria tudo de novo naquele momento do jogo.”

O que mais disse Renato

Apagão: “Estamos vencendo a partida por 2 a 0, deu um apagão e em 2, 3 minutos, tomamos o 1º gol, depois o empate. Muita gente achava que o Grêmio ia vencer o jogo, futebol é assim mesmo. Garoto acertou um chute de fora da área na gaveta, torcedor fica chateado por isso, contava com a vitória”.

Substituições e responsabilidades: “Vocês não têm as informações que eu tenho. O Franco quase que nem joga a partida… Fizemos 2 a 0, era só segurar, sermos malandros no jogo. Aí infelizmente tomamos dois gols, lógico que qualquer torcedor não vai gostar, mas não tem problema nenhum, a responsabilidade é toda minha. Sou pago para isso, fazer substituições, treinar o time, buscar o melhor resultado, é o que procuro fazer. Mas dei os parabéns ao meu grupo no vestiário, Grêmio jogou muito bem”.

Uol/Folhapress
Instagram do nosso site: @paraiba_online

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!

ParaibaOnline

© 2003 - 2024 - ParaibaOnline - Rainha Publicidade e Propaganda Ltda - Todos os direitos reservados.