...

Campina Grande - PB

Vereador sugere concurso de grafitagem para ocupar espaços públicos de João Pessoa

14/04/2017 às 10:35

Fonte: Da Redação com Ascom

foto: ascom

O vereador Lucas de Brito (PSL/Livres) está propondo uma solução alternativa na busca de um consenso entre os realizadores de arte de rua e o poder público de João Pessoa. Motivado pela característica conciliatória da Mesa Diretora da Casa, Lucas sugeriu a realização de concursos de grafitagem para ocupar espaços públicos na cidade.

“Existe uma energia criativa muito forte em João Pessoa que, hoje, não encontra no poder público um canal suficiente para se expressar em plenitude”, afirmou.

O parlamentar citou, como exemplo, as várias edificações abandonadas no Centro Histórico que poderiam servir de espaço para tais expressões. “Temos prédios em ruínas, apenas se deteriorando, e que, com o consentimento do poder público, poderiam se tornar cartões postais”.

O concurso se daria por meio de uma prévia apresentação da arte proposta a uma Comissão Especial formada por integrantes do poder público e da sociedade civil organizada.

“Um dos locais que também poderia receber os grafites é aquele paredão cinza da entrada de João Pessoa, que seria um cartão-de-visita para o turista que chega a nossa cidade”, destacou.

Na quarta-feira (12), o primeiro vice-presidente da Câmara participou de uma reunião entre as vereadoras Eliza Virgínia (PSDB) e Sandra Marrocos (PSB), grafiteiros e representantes do segmento da arte urbana na Capital.

As duas parlamentares têm se desentendido em relação aos projetos “Picha Não” – para coibir pichações não autorizadas na cidade – e ao PL 32/2017, sobre o disciplinamento da prática do grafite em João Pessoa, ambos apresentados por Eliza.

O parlamentar conversou com alguns grafiteiros e ouviu deles que existe o reconhecimento em relação à distinção entre grafitagem e pichação. “Eles apenas questionam alguns pontos do projeto que a gente pode discutir de forma individual”, salientou Lucas.

Na ocasião, o vereador também sugeriu uma seleção para realização de uma grafitagem numa parte da fachada do prédio da CMJP que, esta semana, foi alvo de pichação.

“Acho que poderia ser uma bela homenagem pelos 70 anos da Casa e uma forma de mostrar que o poder legislativo de João Pessoa aprova iniciativas que estimulam a inclusão e o incentivo à arte”. A solução proposta por Lucas será encaminhada ao plenário da Câmara Municipal de João Pessoa.

Veja também

Comentários