PMJP alerta sobre a importância da vacinação no ‘Dezembro Vermelho’

Da Redação com Secom/JP

Publicado em 30/11/2023 às 17:18

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!

O Dezembro Vermelho inicia nesta sexta-feira (1) pelo Dia Mundial de Luta contra a Aids e segue durante todo mês de conscientização e alerta para prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). Causadas por mais de 30 vírus ou bactérias, as ISTs são transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual, mas também podem ocorrer da mãe para a criança, durante a gestação, o parto ou a amamentação.

As vacinas que protegem contra HPV e Hepatite B estão disponíveis gratuitamente no SUS, com as recomendações específicas para cada faixa etária. “É inquestionável a importância dos preservativos nas relações sexuais, sobretudo há também as vacinas com eficácia já comprovada na proteção contra ISTs, como as de hepatite B e HPV. Por isso, sempre fazemos o alerta sobre essa proteção, principalmente aos adolescentes até os 14 anos de idade”, alertou Fernando Virgolino, chefe da Seção de Imunização de João Pessoa.

Na rede municipal de saúde a vacina contra o vírus HPV está disponível para meninas e meninos de 9 a 14 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias); homens e mulheres transplantados; pacientes oncológicos em uso de quimioterapia e radioterapia, pessoas vivendo com HIV/Aids e vítimas de violência sexual.

“No caso de algumas doenças, elas podem ter um longo período de silêncio, sem qualquer manifestação de sinal ou sintoma. Por isso, é essencial a testagem periódica para HIV, sífilis e hepatites virais, além da prevenção”, completou o coordenador.

Atualmente, existem testes rápidos para a detecção da infecção pelos vírus B ou C, que estão disponíveis no SUS para toda a população. Todas as pessoas precisam ser testadas pelo menos uma vez na vida para esses tipos de hepatite. Populações mais vulneráveis precisam ser testadas periodicamente.

Foto: Secom/JP

Foto: Secom/JP

Além disso, ainda que a hepatite B não tenha cura, a vacina contra essa infecção é ofertada de maneira universal e gratuita no SUS, nas Unidades Básicas de Saúde. Já a hepatite C não dispõe de uma vacina, contudo, há medicamentos que permitem sua cura.

Onde se vacinar – Nesta sexta-feira, a atualização da caderneta pode ser feita nas unidades de saúde da família (USFs), policlínicas municipais e no Centro de Imunização, no bairro da Torre, de acordo com os horários de funcionamento de cada serviço.

A Prefeitura dispõe ainda de três pontos fixos localizados no Shopping Sul, no bairro dos Bancários, e no Home Center Ferreira Costa, às margens da BR-230, que atendem de segunda a sexta-feira, das 12h às 21h, e no Shopping Tambiá, que funciona das 12h às 20h.

Ambos com a administração de todas as vacinas, que fazem parte do calendário de rotina e das campanhas ativas, facilitando a vida do usuário que não pode ir até um serviço de saúde durante o horário comercial.

Contra Covid-19 – As crianças a partir de seis meses de idade, que iniciaram o esquema vacinal devem tomar a segunda dose com 30 dias e a terceira dose com 60 dias, com imunizantes Pfizer-BioNTech baby.

Já a vacina bivalente contra a Covid-19 é destinada aos maiores de 18 anos, desde que tenham completado o esquema vacinal primário (duas doses ou dose única). É necessário um período de 4 meses desde a última aplicação para poder receber o imunizante. O público-alvo são pessoas acima de 18 anos, além de pessoas com deficiência, imunocomprometidas e com comorbidades acima de 12 anos, gestantes, puérperas e trabalhadores da saúde.

Todos os imunizantes disponíveis das campanhas ativas (Covid-19 ou Influenza) podem ser administrados simultaneamente com qualquer outro que faz parte do calendário de rotina, em qualquer intervalo de tempo, na faixa etária de seis meses de idade ou mais.

Documentação – Para ter acesso as vacinas, o usuário deve apresentar um documento oficial e o cartão de vacina, além do Cartão SUS, que é um documento oficial do usuário para acesso aos serviços de saúde.

Vacinação Domiciliar – Para pessoas acamadas e restritas ao leito, é necessário fazer agendamento, por meio do número (83) 98645-7727. As vacinas são disponibilizadas nos domicílios, de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 16h.

Locais de vacinação em João Pessoa nesta sexta-feira (1º):

Busto de Tamandaré
Horário: 16h às 21h (sexta-feira)
Ação preventiva e de promoção à saúde

Unidades de Saúde da Família (USFs)
Horário: 7h às 11h e das 12h às 16h (de segunda a sexta-feira)
*exceção: Alto do Céu II, Roger III, Cruz das Armas IV, Anayde Beiriz e Jardim Planalto

Policlínicas Municipais e Centro Municipal de Imunização
Horário: 8h às 16h (de segunda a sexta-feira)

Home Center Ferreira Costa
Horário: 12h às 21h (de segunda a sexta-feira)
8h às 16h (sábado)

Shopping Sul
Horário: 12h às 21h (de segunda a sexta-feira)
10h às 16h (sábado)

Shopping Tambiá
Horário: 12h às 20h (de segunda a sexta-feira)
9h às 16h (sábado)

Vacinação Domiciliar
Agendamento: (83) 98645-7727
Horário: 8h às 16h (de segunda a sexta-feira)

2021 - ParaibaOnline - Rainha Publicidade e Propaganda Ltda - Todos os direitos reservados.

BeeCube