Fechar

logo
logo

Fechar

Ex-governador acredita que MDB deve continuar aliado ao Cidadania

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 28 de julho de 2021 às 15:00.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

O ex-governador da Paraíba, Roberto Paulino, recentemente nomeado pelo governador do João Azevêdo (Cidadania) como secretário-chefe do Governo, acredita que o seu partido, o MDB, deve manter-se aliado ao atual gestor, que pleiteia a reeleição em 2022.

Ele descartou as especulações de que o presidente estadual da legenda, senador Veneziano Vital do Rego, esteja querendo se afastar do governador para fazer composição com o PSDB, através de uma aliança com o ex-senador Cássio Cunha Lima.

“O MDB vai manter o diálogo com João Azevêdo. Veneziano vai continuar promovendo e articulando as bases. Isso é que é importante para a nossa legenda. Esse assunto de aliar-se ao PSDB já está resolvido, é página virada. Vamos tentar quebrar algumas arestas e manter a chama acesa”, disse.

Segundo ele, o MDB quer eleger em 2022 um bom número de deputados estaduais e federais para que o partido possa ter uma representatividade tanto na Câmara Federal quanto na Assembleia Legislativa da Paraíba. “Isso é que interessa a nós”, enfatizou.

Indagado ainda sobre a possibilidade de Veneziano disputar o governo nas eleições do próximo ano, Paulino opinou que não, muito embora ache que todo político almeja governar seu estado, município ou país.

“Mas, eu creio que isso não vai acontecer. Veneziano vai procurar somar e é ele quem vai articular a sigla para estarmos unidos”, assegurou.

arremate
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube