Fechar

logo
logo

Fechar

Deputado Anísio Maia: “Ricardo Coutinho se prepare”

Da Redação*. Publicado em 20 de setembro de 2021 às 20:02.

Foto: Paraibanline

Foto: Paraibanline

O deputado estadual Anísio Maia concedeu entrevista ao Jornal da Manhã da Rádio Caturité FM (104.1), a maior audiência regional em Campina Grande.

Apesar da retórica contida sobre a chegada ao partido do ex-governador Ricardo Coutinho, Maia segue desgostoso com a decisão da cúpula petista.

Leia algumas de suas declarações.

Risco de expulsão
“Eu não tenho esse receio, até porque esse procedimento partiu de pessoas isoladas. Não foi do PT como um todo (…) Isso não vai prosperar.

Arrependido?
“Nada, absolutamente nada. Fiz, faria e farei quantas vezes forem necessárias. Trabalhei com uma convicção muito grande. Continuamos convictos de que aquele foi o mais certo que tinha que ser feito”.

Situando
Anísio responde uma representação interna no PT por ter mantido a sua candidatura à Prefeitura de João Pessoa, no ano passado, em colisão com a orientação da direção nacional partidária.

Novo filiado
Segue o deputado: “Ricardo Coutinho tem uma trajetória que é incompatível com o PT, porque é um perfil autoritário, de mandonismo. E o PT é o partido da democracia, onde todos podem discutir e têm direito a disputar um cargo, sem ninguém impedir.

“A entrada dele (RC) realmente tumultua esse processo. Ele (RC) nem entrou no partido e já formou uma chapa (para 2022) na cabeça dele.

Relativizar
“Decidimos que o momento atual é o de superar essas divergências internas e discutir as questões que mais afligem os brasileiros e a campanha de Lula.

Luta inglória
“O diretório estadual, em sua maioria, discorda da entrada dessa liderança política (RC), até porque já conhecemos a sua história. Agora, como isso vai ser discutido no diretório nacional, nós não temos mais poderes para evitar. Aí é uma coisa infrutífera eu ficar dizendo ´não quero´, ´não quero´. Já está resolvido ´lá em cima´, eu tenho certeza.

´Aguarde carta´
“Ricardo Coutinho se prepare, porque terá que conviver com a democracia, vai ter que ouvir as pessoas, e na hora de escolher os candidatos não será ele que vai mandar. Vai ter o rito que o partido faz há muitos anos.

Por que a direção…
(…do PT quer RC no partido?) “Eu também quero saber (…) Se for questão de gratidão, teria que ter também aos centenas de militantes que suaram a camisa por anos e anos seguidos, sem arredar o pé do PT. Eu não entendo.

Indagação
“Deveria ser perguntado (a RC): você quer vir para ajudar ou para complicar? Se for para ajudar, (saiba) que nós já estamos apoiando João Azevedo há um certo tempo. O nosso diretório estadual já se reuniu e entendeu que o governador tem um projeto interessante para a Paraíba, com muitos pontos em comum com o PT (…) Não é uma união de conveniência, mas de identidade.

Reeleição
“Por que não vamos apoiar esse governador? Qual motivo? Existe um problema que não é nosso e nós vamos acatar essa intriga (RC e João)? Não há motivo para o PT não apoiar João Azevedo, a não ser que tivéssemos um candidato competitivo, viável. Mas, no momento, o candidato mais viável para evitar um retrocesso na Paraíba é João Azevedo.

Atrapalhar
“(RC) Vem para o PT para desestabilizar a candidatura de João Azevedo? É isso? Então não vai ajudar o PT, mas criar mais uma confusão para o PT resolver”.

*com informações da coluna Aparte, assinada pelo jornalista Arimatéa Souza

arremate
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube