Fechar

logo
logo

Fechar

Policial militar morto no Sertão entrou em luta corporal com um dos suspeitos

Da Redação. Publicado em 29 de julho de 2021 às 18:32.

Foto: Reprodução/Internet

O policial militar Manoel Messias Paulino, que foi morto a tiros na noite dessa quarta-feira (29), entrou em luta corporal com um dos suspeitos pelo crime no município de Malta, localizado no Sertão da Paraíba.

Testemunhas estão sendo ouvidas pela Polícia Civil para entender como o homicídio ocorreu, porém o delegado seccional do município de Patos, Yuri Givago, contou que “a atuação veemente da vítima no combate ao tráfico de drogas”, foi a motivação da morte.

Após diligências na manhã desta quinta-feira (29), a PC informou que quatro suspeitos envolvidos na morte do policial militar já foram presos e que o homem que aparece nas imagens executando o policial a tiros foi baleado durante confronto com a polícia.

O policial chegou a ser socorrido para o Hospital de Patos, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu ao dar entrada na unidade hospitalar.

O caso aconteceu por volta das 22h dessa quarta-feira (28) e imagens fortes captadas por câmeras de segurança mostram quando um homem se aproxima de um trailer de lanches, onde estão algumas pessoas, e depois de alguns minutos parece puxar algo da cintura.

O policial Manoel Messias  aparece nas imagens avançando em cima do suspeito na tentativa de tomar o objeto sacado.

Numa luta corporal entre o homem e o policial militar, ambos caem ao chão e a vítima é imobilizada. Posteriormente, o PM consegue soltar-se e imobiliza o homem. Alguns minutos depois, duas mulheres se aproximam do local em uma moto e tentam tirar o PM de cima do suspeito.

Além disso, no outro lado da rua, dois homens também se aproximaram em uma moto, e um deles desceu do transporte, se dirigiu ao local e atirou a queima roupa contra o PM.

O suspeito volta ao local e atira mais outras vezes contra a vítima, que já está baleado no chão, e deixa o local com as duas mulheres.

As duas mulheres que aparecem chegando no local do crime em uma moto, que foram identificadas como Francisca Ferreira de Oliveira, de 35 anos, e Wigna Ferreira de Oliveira, de 31 anos, foram presas, assim como os dois homens: Ramon Ferreira Martins, de 27 anos, que deu suporte na fuga do suspeito que atirou, e Danilo Micael dos Santos, de 30 anos.

O suspeito que atirou no policial, identificado com Eduardo Gomes Ferreira, foi morto em confronto com a polícia.

Já o suspeito de ter entrado em luta corporal com o policial, que continua foragido, foi identificado como Alessandro Dias Oliveira.

Os quatro suspeitos detidos foram encaminhados para a Delegacia do município. Na manhã desta quinta-feira, o delegado ouviu os presos e testemunhas do caso para apurar o que teria acontecido momentos antes do crime.

Jornalismo responsável

Acompanhe e compartilhe conteúdo sério e de qualidade:

Inscreva-se no canal do YouTube do Paraibaonline:

É muito simples você fazer a sua inscrição: basta acessar o link abaixo, inscrever-se e ATIVAR o sininho.

https://www.youtube.com/user/portalparaibaonline

Siga-nos também no Instagram:

@paraiba_online

https://www.instagram.com/paraiba_online/

No Facebook:

https://www.facebook.com/paraibaonline

E no Twitter:

@paraiba_online

https://twitter.com/paraiba_online

 

arremate
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube