Nova denúncia do Ministerio Público contra padre Egídio e mais duas pessoas

Da Redação

Publicado em 06/12/2023 às 23:36

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) apresentou uma segunda denúncia no âmbito da Operação Indignus, que investiga desvios e fraudes na gestão do Hospital Padre Zé e outras entidades.

A nova acusação envolve uma suposta compra “fantasma” de monitores durante a pandemia, em que os equipamentos nunca foram entregues, apesar dos pagamentos realizados.

Os denunciados incluem o ex-diretor do hospital, padre Egídio de Carvalho Neto, a ex-tesoureira Amanda Duarte, e o empresário João Diógenes Holanda.

Um acordo de não persecução penal foi firmado com Ironaldo Guimarães, que colaborou com as investigações.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

A denúncia aponta desvio de recursos públicos, totalizando R$ 363.926,00, por meio de uma nota fiscal falsa. Parte dos valores desviados teria sido direcionada para contas pessoais, incluindo a do padre Egídio.

O religioso é acusado de peculato, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, enquanto Amanda Duarte responde por peculato, e João Diógenes é denunciado por peculato.

As transações, segundo os investigadores, foram “maquiadas” com a apresentação de uma nota fiscal falsa para burlar a prestação de contas à prefeitura de João Pessoa. As defesas dos envolvidos ainda não se manifestaram sobre a segunda denúncia.

Na primeira denúncia, a acusação envolveu fraudes na compra e aluguel de um veículo Spin, que foi adquirido pelo instituto Padre Zé e colocado no nome de Jannyne Dantas, uma das ex-diretoras. A defesa do padre Egídio e das ex-diretoras contestou as acusações, rejeitando vigorosamente as denúncias.

As investigações continuam no âmbito da Operação Indignus, e a Justiça já havia retirado o sigilo da primeira denúncia no sábado (2).

*com informações da TV Cabo Branco

2021 - ParaibaOnline - Rainha Publicidade e Propaganda Ltda - Todos os direitos reservados.

BeeCube