Argentina autoriza extradição de ex-funcionário da Braiscompany para o Brasil

Da Redação*

Publicado em 06/12/2023 às 23:24

Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!

A Argentina autorizou a extradição de um ex-colaborador da empresa de criptoativos Braiscompany para o Brasil. O indivíduo, cujo nome não foi revelado, é suspeito de envolvimento em um esquema de fraude financeira. Ele foi detido em junho em Puerto Iguazú, na divisa com Foz do Iguaçu, no Paraná. O acordo de extradição foi assinado na segunda-feira (4), conforme informações publicadas no site do Ministério Público Fiscal (MPF) da Argentina.

O suspeito é identificado pela Polícia Federal como operador financeiro do esquema, sendo acusado de arrecadar e desviar mais de R$ 4 milhões. A Braiscompany, por sua vez, é investigada por movimentar R$ 2 bilhões em criptoativos nos últimos 4 anos, além de supostos crimes contra o mercado financeiro e lavagem de dinheiro.

Foto: Leonardo Silva/Paraibaonline

Foto: Leonardo Silva/Paraibaonline/Arquivo

O pedido de extradição foi apresentado pela Polícia Federal brasileira e pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região ao Ministério das Relações Exteriores da Argentina. O processo de extradição ocorreu conforme estabelecido na Lei 24.767, de Cooperação Internacional em Matéria Penal, e no Tratado de Extradição firmado entre Brasil e Argentina.

As autoridades que analisaram o pedido de extradição concluíram que as investigações que resultaram no pedido indicam evidências de crimes, de acordo com as leis de ambos os países, que são puníveis com prisão de duração superior a dois anos.

*Informações do G1 Paraíba.

2021 - ParaibaOnline - Rainha Publicidade e Propaganda Ltda - Todos os direitos reservados.

BeeCube