Fechar

logo
logo

Fechar

Hospital de Patos tem projeto para facilitar comunicação de pacientes

Secom/PB. Publicado em 30 de julho de 2021 às 23:20.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

O Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro (CHRDJC), de Patos, implantou um projeto nas UTIs Convencional e Covid para facilitar o diálogo entre equipe e paciente, ação muitas vezes limitada dependendo das características e particularidades do indivíduo internado.

Denominado ‘Cartões de Comunicação Alternativa’ o projeto foi criado por um grupo multidisciplinar de estudos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS.)

A ideia de trazer esse projeto para a unidade foi da coordenadora de Psicologia do hospital, Pryscila Guedes.

“A limitação e até o impedimento da fala causado durante a internação hospitalar, em alguns casos, associado às questões pessoais de cada indivíduo, dificultam a comunicação no ambiente hospitalar e foi pensando em facilitar esse processo que resolvemos adotar aqui os Cartões de Comunicação Alternativa”, explica a psicóloga.

Os cartões reúnem um conjunto de pedidos, expressões, sentimentos e respostas dos pacientes, por meio de símbolos gráficos, que lhes permitem expressar suas necessidades apenas ao escolher uma figura.

Pryscila lembra que, além de facilitar a comunicação, o uso dos cartões é mais uma forma de humanizar o tratamento e acolhimento dos pacientes da unidade, especialmente aqueles mais vulneráveis que ficam internos em UTIs.

Os cartões que estão sendo usados no hospital de Patos têm imagens prontas de determinadas situações: se está sentido dor, se quer trocar a fralda, se quer dormir, se está tudo bem, se quer entrar em contato com a família, bastando apenas apontar para figura.

“Há também os quadros com letras que o paciente pode formar frases e também uma escala de dor e onde ela está localizada. Basta que o paciente aponte para a figura para se estabelecer a comunicação”, explica a psicóloga, destacando que os cartões foram distribuídos essa semana nas UTIs e foi esclarecido como melhor utilizá-los.

“Essa ação, apesar de simples, tem uma importância singular, já que ajuda no processo de reestabilização da saúde dos pacientes, na medida em que facilita a comunicação com as pessoas que cuidam dele e contribui de forma decisiva para aqueles pacientes com dificuldade de fala e de escrita. Em pacientes intubados, inclusive, essa forma de comunicação diminui o estresse”, reforça a coordenadora das UTIs, Lorena Maria, lembrando que esses cartões estão disponíveis para serem utilizados por todos os profissionais que lidam com o paciente, sejam eles médicos, enfermeiras, fisioterapeutas, assistentes sociais, técnicos de enfermagem, etc.

“Há estudos que apontam que o paciente que é acolhido em ambiente hospitalar e tem condições de melhor expressar seus desejos e anseios, tem mais chances de resgatar sua saúde e receber alta hospitalar mais prontamente e ao melhorar essa comunicação entre equipe e paciente estamos também melhorando nosso serviço e humanizando ainda mais nosso atendimento”, destaca a diretora técnica do Complexo, Jaqueline Andrade, parabenizando a equipe de Psicologia da unidade pela iniciativa.

arremate
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube