Fechar

logo
logo

Fechar

Final de semana movimentado para Operação Lei Seca em Campina Grande

Da Redação. Publicado em 2 de agosto de 2021 às 19:43.

Foto: Codecom

Foto: Codecom

A Operação Lei Seca está de volta e mais intensa nos bairros de Campina Grande, segunda maior cidade da Paraíba. O objetivo da ação, idealizada pela Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), com a participação da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Detran e Guarda Civil Municipal é diminuir os acidentes de trânsito provocados pelo consumo de bebida alcoólica.

As ações ocorreram durante todo o final de semana, e devem seguir nos outros finais de semana, segundo confirmou o superintendente da STTP, Dunga Júnior, em entrevista à CBN FM. Ele definiu ainda a operação como um sucesso.

“A operação se encaminhou devido ao grande número de pessoas e de acidentes acontecidos, precisamente nos três últimos finais de semana que antecederam esse. Fizemos em caráter educativo primeiro, passamos por um percurso de 30 km por todos o bairros onde tinham bares e restaurantes para pessoas verem e terem noção de que estava ocorrendo a operação e mesmo assim ainda aconteceram mais de 36 notificações, inclusive tiveram pessoas que recusaram fazer o teste do bafômetro”, finalizou.

A Prefeitura Municipal de Campina Grande publicou também uma nota justificando a legalidade da ação:

“Segundo o Código de trânsito Brasileiro, dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência é infração gravíssima, com penalidade de multa (dez vezes), no valor de R$ 2.934,70, e suspensão do direito de dirigir por 12 meses. Aplica-se em dobro a multa em caso de reincidência no período de até um ano.

A mesma penalidade vale para quem se recusar a ser submetido a teste, exame clínico, perícia ou outro procedimento que permita certificar influência de álcool ou outra substância psicoativa no organismo.

Além disso, o condutor pode ser punido com detenção de seis meses a três anos, caso seja comprovado que ele estava dirigindo sob influência de álcool ou substância psicoativa, com concentração igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue ou igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar alveolar.

Essa comprovação também pode ser feita caso o infrator apresente sinais que indiquem alteração da capacidade psicomotora.”

arremate
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube