Fechar

logo
logo

Fechar

Com apoio do Sebrae, Semana do Pescado será realizada em setembro em todo o país

Ascom. Publicado em 27 de julho de 2021 às 20:30.

Foto: Ascom/Sebrae/PB

Foto: Ascom/Sebrae/PB

Evento considerado como a “Segunda Quaresma” em termos de vendas, a Semana do Pescado chega a sua 18ª edição em 2021 e está programada para ser realizada no período de 1º a 15 de setembro.

Com apoio do Sebrae, da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e do Ministério da Agricultura, a campanha tem o objetivo de estimular o consumo do pescado em todo o país.

O analista técnico do Sebrae Paraíba, Jucieux Palmeira, explicou que o Sebrae Paraíba já está definindo ações voltadas não somente à cadeia produtiva do pescado, mas também a todos os atores ligados à produção pesqueira e aquícola no estado, como maneira de fortalecer a campanha no âmbito estadual.

“Queremos incentivar desde os produtores do pescado até donos de restaurantes e consumidores a ampliarem o consumo do peixe neste período”, destacou.

Além disso, o analista salientou a importância de criar a cultura do consumo do pescado na Paraíba, destacando que é sinônimo de saúde e qualidade de vida.

“Por meio da campanha, queremos contribuir com a cadeia produtiva da Paraíba, incluindo desde os pequenos produtores artesanais até as grandes indústrias, ao mesmo tempo em que lembramos que consumir peixe é saudável”, enfatizou Jucieux Palmeira.

Sobre a campanha – Criada pelo extinto Ministério da Pesca e Aquicultura, a Semana do Pescado atualmente é organizada pelo próprio setor produtivo.

A campanha ocorre anualmente na primeira quinzena de setembro, tendo como foco ações promocionais e eventos gastronômicos.

Por estimular o consumo, os organizadores registram, em média, um aumento de mais de 30% nas movimentações do setor.

Além disso, nas edições anteriores, a campanha funcionou como um estímulo à mudança de hábito dos consumidores, fazendo com que a busca pelo pescado continuasse pelos meses seguintes.

Historicamente, o produto figura com aumento de procura em datas como Natal e Páscoa. No entanto, desde a pandemia da Covid-19, os hábitos de consumo têm mudado.

Segundo a organização da campanha, a pesquisa Ipsos apontou que 68% dos brasileiros informaram ter diminuído o consumo de carne vermelha em função da queda do poder aquisitivo no período e, dessa forma, tem substituído a proteína pelo pescado, na busca por opções mais saudáveis.

arremate
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube