...

Campina Grande - PB

“Mais de 80% do duodécimo da UEPB é destinado à folha de pessoal”, diz secretário

13/04/2017 às 15:10

Fonte: Da Redação

“Se é uma novela, os atores que estão colocando isso não é o governo do Estado. A reitoria da UEPB tem que entender definitivamente que o orçamento é uma previsão, não é uma certeza absoluta”, disse o secretário executivo de Planejamento do governo do Estado, Fábio Maia, sobre corte no orçamento da UEPB de R$ 27 milhões.

O secretário explicou que o Estado vive das arrecadações através do ICMS e Fundo de Participação do Estado, que no último ano teve um decréscimo.

– Vivemos em um período de crise. Até hoje o Congresso está na discussão se aprova ou não aprova o socorro aos estados porque compreende as dificuldades, mesmo o estado da Paraíba fazendo seu papel. Trabalhamos não só com arrecadação, mas com a possibilidade do que vem de um ano para outro – esclareceu.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Fábio frisou que os professores e servidores da universidade, diferentemente de anos anteriores, tem garantia do recebimento do 13º salário.

– Toda vez o governo do Estado tem que socorrer com a suplementação para que a folha seja paga do décimo terceiro – disse.

Maia revelou que mais de 80% do duodécimo da UEPB é aplicado na folha de pessoal da instituição.

– Pode ter mais do que 80% comprometido com folha de pessoal? Não vai comer, nem fazer investimento e 82% do comprometimento do que a UEPB recebe é com folha de pessoal. Estamos cortando constantemente para nos manter no patamar na lei de responsabilidade fiscal. Hoje, 82% do que a UEPB recebe de duodécimo é folha de pessoal. Quem criou isso? Que patamar chegamos? Tem alguém recebendo a mais do que o governador que é o teto estadual? – concluiu.

As informações foram veiculadas na Rádio Correio FM.

Veja também

Comentários