...

Campina Grande - PB

Estela diz não ficar surpresa por senador paraibano ser delatado pela Odebrecht

19/04/2017 às 9:07

Fonte: Da Redação

Em entrevista na tarde dessa terça-feira (18) à Rádio Correio FM, a deputada estadual Estela Bezerra (PSB) disse não ter recebido com surpresa o nome do senador Cássio Cunha Lima sendo citado na delação da Odebrecht, através de um pedido de caixa 2, mas disse que a população tem memória curta.

Ela relembrou o caso do dinheiro sendo jogado pela janela de um prédio em João Pessoa, além de notas encontradas em envelopes amarelos como situações que culminaram no julgamento por abuso de poder e econômico e a perda do mandato do senador peessedebista.

Foto: Paraibaonline

Apesar da afirmação, a deputada ressaltou que toda delação deve ser investigada.

– O que me surpreende foi passarmos muito tempo sem esse assunto circular, mas obviamente só veio à tona de maneira mais consistente, quando tivemos conhecimento da delação premiada. Ela não deve ser a verdade absoluta, tem que ser investigada. Não é surpresa porque aqui na Paraíba já vimos dinheiro voando e em envelopes amarelos. Já tivemos muitos casos de abuso de poder e econômico – disse.

Questionada se sentiria receio se o governador Ricardo Coutinho fosse citado na delação da Odebrecht, a deputada disse que o nome dele já tinha aparecido na delação sobre o senador Cássio Cunha Lima, mas dizendo que não teria interesse de privatizar o saneamento do estado da Paraíba.

– Neste relato, o senador Cássio teria recebido R$ 800 mil de caixa 2, para depois facilitar a entrada da Odebrecht na Paraíba no intuito de privatizar o saneamento no Estado. O delator disse que o governador Ricardo Coutinho não queria que continuasse o estudo, porque ele não iria privatizar a Cagepa – finalizou.

Veja também

Comentários