Fechar

Fechar

Unifacisa encerra 1º turno com 3ª colocação em média de pontos por jogo

Da Redação com Ascom. Publicado em 31 de março de 2018.

fotos Ascom

Oito jogos, cinco vitórias, alguns recordes e a conquista dos corações vibrantes de um número crescente de torcedores. Esse é o balanço da participação inédita da Unifacisa no primeiro turno da Liga Ouro 2018.

O time paraibano que vinha de cinco vitórias consecutivas superlotou a Arena em pleno feriado da sexta-feira da Semana Santa, e mais uma vez contou com a vibração do sexto jogador em quadra, que viu a equipe encerrar a partida contra o Londrina com a desvantagem de apenas um ponto, num placar de 63 x 64.

O jogo foi acirradíssimo com duas equipes empenhadas em encerrar o turno com o maior número de pontos. No primeiro quarto o time dos visitantes abriu o placar e chegou a marcar 8 pontos quando a Unifacisa fez a primeira cesta com ala/armador Chris Allen.

A defesa da Unifacisa cometeu erros sucessivos e um expressivo número de faltas, mas correu atrás e faltando nove segundos para o fim do primeiro quarto conseguiu ultrapassar o Londrina e fechar o placar em 17x 16. A torcida vibrou com a virada do time que estava desfalcado, sem a presença do armador Cobb, machucado durante o treino.

A Unifacisa também venceu o segundo quarto, desta vez por 17 x 10. As faltas continuaram e o time da casa estourou o número limite de infrações, o que deu arremesso livre para todas as faltas subsequentes. Chris Allen, muito marcado durante o jogo, fez a diferença no segundo quarto conseguindo converter pontos mesmo em condições desfavoráveis para fazer a cesta.

O Londrina voltou do intervalo com um jogo mais contundente, sabendo explorar bem as falhas da Unifacisa, que passou a apostar em um jogo individual sem trabalhar a bola coletivamente. Resultado: o Londrina virou o placar faltando pouco mais de 4 minutos para o fim do terceiro quarto. O time da casa continuou cometendo erros e precipitação de bola. O placar acabou em 12 x 23.

No último quarto a Unifacisa empatou o jogo, mas sem realizar jogadas coletivas, acabou deixando o Londrina abrir até seis pontos de diferença. Quando encostou no placar novamente já não havia mais tempo.

“Sentimos falta do Cobb na organização do time. Nosso time joga em sistema e quando isso não acontece o jogo não acontece. Precisamos trabalhar o coletivo. Não dá para improvisar no ataque”, avaliou o ala da Unifacisa, Rafael Stabile.

Para o técnico Eduardo Schafer não há tempo para chorar o leite derramado. “Tivemos altos e baixos durante o jogo que foi decidido nos detalhes. Agora é ir em busca de ganhar os pontos lá fora. É trabalhar para recuperar. Vamos pensar no próximo que é o Macaé”, disse o técnico.

Apesar da derrota, o jogador com maior número de pontos na partida foi o americano Allen, num total de 25. Ele também foi quem mais pontuou nos rebotes, totalizando 11. O maior número de assistências também esteve com jogador do time da casa, o capitão Rodrigo Piru.

Balanço do primeiro turno – A Unifacisa concluir essa primeira fase com 596 pontos de cestas, o equivalente a média de 74,5 pontos por jogo e a terceira colocação em média de pontos. Na classificação geral do campeonato a equipe acumulou 13 pontos e alcançou uma média de 62,5% de aproveitamento.

O time também conquistou alguns destaques ao longo da temporada. Um deles é o jogador Cobb, que mesmo não tendo participado dos primeiros jogos nem do último é o atleta com o maior média de pontos, um total de 17,5 e maior média de arremessos de 3 pontos. O destaque para o quesito eficiência também é do americano, com a média de 19,2.

Outro destaque do time paraibano é o capitão Rodrigo Piru. Conseguiu ser imbatível nos rebotes com média de 10,1. Ele aparece no campeonato como recordista de rebotes numa mesma partida no jogo do dia 09 de março contra o Cerrado em Brasília. Foram 21 rebotes. Cobb é outro recordista que conseguiu fazer 30 pontos em uma única partida no dia 20 de março contra o Brusque.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube