Fechar

Fechar

Treze pede arbitragem da Fifa para decisão contra o Botafogo-PB

Da Redação. Publicado em 27 de março de 2018 às 6:22.

O diretor de futebol do Treze, Fábio Azevedo, confirmou nesta segunda-feira (26) que o clube está reenviando à FPF a solicitação de arbitragem da Fifa para a partida decisiva contra o Botafogo-PB pela volta das semifinais do Paraibano 2018.

O jogo está marcado para as 19h do próximo domingo, dia 1º de abril, no Amigão, e o Belo, por ter vencido a ida por 2 a 1, no Almeidão, tem a vantagem do empate.

Ao Galo resta a vitória por qualquer placar para avançar à final.

Na semana passada a direção trezeana já havia pedido arbitragem Fifa, só que no caso para o jogo de ida. Prevaleceu o atendimento da FPF ao Botafogo-PB, que solicitou a escala de árbitros do intercâmbio firmado entre as federações do Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e Sergipe.

Ao explicar os motivos que levaram o Galo a reiterar o pedido, o diretor de futebol do clube disse que não se trata de falta de confiança no quadro de árbitros do Estado.

– O Treze confia na arbitragem local. Agora a questão de se pedir o árbitro Fifa é uma questão de qualificação técnica. Não que os nossos não sejam confiáveis, mas eles são regionais. E o árbitro Fifa é internacional. Então ele está acostumado com grandes partidas, jogos de Copa do Mundo, Eliminatórias, Libertadores de América. A questão é simples. Não é confiança ou falta de confiança. É elevar o nível nesse sentido: (termos) um árbitro internacional. E dar ao povo da Paraíba a oportunidade de ver uma arbitragem que vai estar na Copa do Mundo daqui a alguns meses – argumentou Fábio Azevedo.

TJD

Em outra frente, a diretoria alvinegra surpreendeu ontem ao novamente demandar o Tribunal de Justiça  Desportiva (TJD-PB) para pedir punição ao artilheiro do Campeonato Paraibano, o atacante Nando, do Botafogo-PB.

– O Treze Futebol Clube protocolou na tarde desta segunda-feira dia 26/03/2018 denúncia à Procuradoria do TJD-PB por infração disciplinar contra o atacante Luis Fernando Batista, vulgo “Nando”, camisa nº 9, pelo ato ofensivo à Torcida do Treze Futebol Clube da partida disputada no dia 18/02/2018, que consubstancia infração ao art. 258-A do CBJD – diz parte do documento.

Foto: Reprodução / Esporte Interativo

E segue: “O atleta denunciado na comemoração do gol fez gestos repetitivos como se estivesse batendo asas e fazendo gestos de choro, em alusão depreciativa ao mascote do clube que é o galo, atos estes que ganharam a mídia e as redes sociais. Tal atitude buscando ridicularizar os torcedores adversários, além de ser uma atitude antidesportiva, é um ato de incitação à violência, o que é extremamente reprovável por um atleta profissional que tem o dever de respeitar a torcida adversária”.

O Jurídico do Treze afirma que tal pedido já foi apresentado ao TJD e espera que o jogador botafoguense seja punido com a suspensão de até seis jogos.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube