Fechar

logo

Fechar

Técnico do Flamengo faz grande rotatividade de atletas no time titular

Folhapress. Publicado em 1 de setembro de 2020 às 18:56.

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – O técnico Domènec Torrent (foto) verbalizou, após a vitória ante o Santos no domingo (30), a necessidade de promover rodízio no Flamengo. Antes, no entanto, prática já vinha sendo marca do espanhol no time, o que é comprovado pelos números.

Em seis partidas até aqui, o treinador já usou nada menos que 24 jogadores. A lista será ampliada nesta quarta-feira (2), em duelo com o Bahia, às 20h30, no Pituaçu, em que a equipe terá mais novidades -parte delas motivada pelos desfalques com os quais Domènec terá que lidar.

Do grupo atual, o comandante só não mandou a campo os goleiros Gabriel Batista e Hugo Souza, o lateral Ramon, o volante Piris da Motta, o meia Pepê e o atacante Lincoln. Negociados recentemente, Hugo Moura e Vinícius Souza também não tinham recebido chances.

Adepto da ideia de que precisa de um time com plenas condições físicas, Torrent deixou claro que as trocas a cada jogo serão uma constante.

“Prefiro um jogador a 100% do que um nome importante a 60%. Ninguém nessa equipe é mais importante que o grupo. Acho que temos de rodar. É impossível jogar com os mesmos. Quando você tem jogadores similares, precisa rodar um pouco. Vamos rodar no próximo e no próximo (jogo). Se você tem 20 jogadores no mesmo nível, só tem os 20 se roda (o elenco). Se joga só com 15, terá só 15”, disse.

Em seu período no comando do Flamengo, Domènec ainda não repetiu a escalação uma vez sequer e isso deverá ser a tônica de seu trabalho.

“Os jogadores não podem pensar que o Dome tem 11 titulares, o Dome vai jogar com os melhores em cada momento”, disse o treinador.

Apesar de um certo estranhamento causado pela rotação, este expediente também foi uma marca do início do trabalho de Jorge Jesus no clube. Em sua sequência inicial de seis partidas, treinador português havia escalado 21 atletas diferentes.

Pesa a favor da tática de Domènec o fato de o Flamengo desta temporada ter mais alternativas do que Jesus dispunha no ano passado. Além disso, a pandemia mudou a regra do jogo e as equipes têm direito a cinco substituições.

Contra o Bahia, é certo que haverá novidade no gol, já que Diego Alves está lesionado e César foi diagnosticado com Covid-19. Gabigol e Gerson, vetados pela departamento médico, também ficarão de fora. Além deles, Bruno Henrique, com lesão e suspenso, será outra baixa.

BAHIA
Nino Paraíba; Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Elton, Daniel e Rodriguinho; Rossi, Élber e Gilberto. T.: Roger Machado

FLAMENGO
Gabriel Batista; Isla, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Arão, Thiago Maia, Éverton Ribeiro e Arrascaeta; Michael e Pedro. T.: Domènec Torrent

Estádio: Pituaçu, em Salvador (BA)
Horário: 20h30 desta quarta-feira (2)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Transmissão: Premiere

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube