Fechar

logo

Fechar

Técnico cobra da diretoria do Santos a contratação de reforços

Folhapress. Publicado em 3 de setembro de 2020 às 23:39.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

EDER TRASKINI
SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O técnico Cuca está preocupado com a profundidade do elenco do Santos para a maratona de jogos que a temporada vai englobar, muito por causa da paralisação do futebol. O treinador quer “encorpar” o plantel para aguentar o calendário.

Para isso, no entanto, o time alvinegro precisa primeira resolver a pendência com o Hamburgo, da Alemanha, e, assim, efetuar o desbloqueio de contratações, punição imposta pela Fifa pela dívida com o clube europeu pela contratação do zagueiro Cléber Reis.

O Santos já esteve otimista em resolver a situação, chegando a alinhar um acordo para pagar a dívida original. O técnico Cuca chegou a falar que em algumas semanas a “casa estaria em ordem”. No entanto, não há sinal de avanço no caso.

“Nós, santistas, sabemos da necessidade de encorpar o elenco, pela importância das competições. A gente tem que encorpar. Se perder um Soteldo ou Marinho, reposição não é do mesmo nível. É difícil encontrar esse tipo de reposição no mercado. Perder um Lucas (Veríssimo) também… São fundamentais, o próprio Sánchez. Jogam quarta e domingo sem o mesmo rendimento pelo desgaste. Para isso, tem que desbloquear, não sei como está o desbloqueio na Fifa”, afirmou Cuca em entrevista coletiva na quarta-feira (2), após o empate com o Vasco.

Agora, o Santos terá um sequência de quatro jogos em dez dias: Ceará, no sábado (5), Atlético-MG, na quarta seguinte (9), São Paulo, no dia 12, e Olímpia-PAR, em 15 de setembro. Com elenco enxuto, Cuca se preocupa e irá avaliar o desgaste dos atletas antes de definir o time para cada duelo.

“Difícil. Os elencos são fortes, né? A maioria tem elenco forte. E a gente tem nosso elenco com meninos. Vamos tirar o máximo deles, dar oportunidade, revisar. Para fazer um time forte para enfrentar o Ceará, depois Atlético-MG, São Paulo e, na terça, o Olímpia. Quatro jogos em dez dias, não sei qual é o mais difícil. Se não der para estarem 100%, que estejam perto disso. Temos que ter muito cuidado”, disse.

Há três jogos sem vencer, o Santos terá a oportunidade de quebrar o jejum no sábado, às 21h, quando visitará o Ceará, no Castelão, em confronto válido pela oitava rodada do Brasileiro.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube