Sport espera se manter na elite na partida contra o Atlético-MG

Da redação com Folhapress. Publicado em 21 de fevereiro de 2021 às 10:08.

Foto: Ascom/Sport

Foto: Ascom/Sport

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Adepto do jogo de posição, prezando por uma equipe agressiva e que encurta espaços desde a defesa até o ataque, Jorge Sampaoli não costuma utilizar um atacante de referência que espera a bola chegar na área. Dentro de sua filosofia, o treinador transformou e modificou a forma de atuar de alguns jogadores com quem trabalhou ao longo da carreira, caso, por exemplo, do atacante Eduardo Sasha, hoje reserva no Atlético-MG, mas que foi uma importante peça do argentino no Santos, em 2019.

Tão adaptado ao estilo do treinador, Sasha, que pelo Peixe fez 14 gols e deu três assistências no ano retrasado, chegou ao Galo em agosto de 2020. Mesmo sem a condição de titular, o jogador apresenta números melhores do que os atletas com os quais concorre por uma posição entre os 11 titulares, como o chileno Eduardo Vargas e Marrony. Esse último também utilizado por Sampaoli em uma posição mais centralizada do ataque.

Apesar de não ser considerado um titular de Sampaoli, Sasha vai a campo para enfrentar o Sport neste domingo (21), às 16h, na Ilha do Retiro, em Recife (PE), pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele conta com o fato de Keno não poder atuar por causa de uma lesão no cotovelo.

Sasha, em 34 jogos, balançou as redes nove vezes e possui estatísticas melhores que seus concorrentes. Nos 2.120 minutos em que esteve em campo com a camisa preto e branca, o atacante fez um gol a cada 235,5 minutos. Diferentemente de Vargas, que em 14 jogos marcou duas vezes (esteve 961 minutos em campo), e Marrony, que balançou as redes cinco vezes e jogou 36 partidas (1.316 minutos atuando).

A média de gols de Sasha em relação aos seus “adversários” – na briga por posições – também é maior: 0,26, contra 0,14 de Marrony e Vargas. Isso sem levar em conta os jogadores que possuem o status de titular do setor ofensivo, como Keno e Savarino.

Logo que chegou ao Atlético-MG, Sasha explicou onde tinha preferência de atuar, mostrando que de fato gosta mais de ser o jogador de movimentação na parte ofensiva. “Não sou 9 fixo, gosto bastante de sair da área para buscar o jogo. E, no momento no qual os jogadores do flanco recebem a bola, eu entro na área como elemento surpresa. E até mesmo ficando lá [na área] com a saída dos volantes de trás. É dessa forma que gosto de jogar”, analisou.

O último gol do Galo neste Brasileirão, no empate em 1 a 1 com o Bahia, no Mineirão, foi anotado exatamente por Sasha. Tento que, sozinho, não foi capaz de manter as chances de título do Atlético-MG no Brasileirão. Com o resultado diante do Tricolor de Aço, a equipe de Sampaoli ficou matematicamente fora da luta pelo tão sonhado título que não é conquistado há quase 50 anos.

“Credenciado para jogar todos estamos. O Sampaoli escolhe o jogador de acordo com as características para cada partida”, ressaltou o atacante no fim do mês passado.

Diante do Sport, o Atlético-MG tenta se assegurar no G-4, o grupo que leva os times diretamente à fase de grupos da Libertadores. O time de Sampaoli é o quarto colocado, com 62 pontos, e tem São Paulo e Fluminense como seus concorrentes.

Do outro lado, o Sport luta contra o rebaixamento, mas corre pouco risco de cair para a Série B. O time pernambucano tem 42 pontos e depende de apenas mais um empate para se garantir na elite. Para esse jogo, o técnico Jair Ventura não poderá contar com o zagueiro Maidana e com o meio-campista Betinho.

SPORT
Luan Polli; Ewerthon, Rafael Thyere, Adryelson, Júnior Tavares; Marcão Silva, Márcio Araújo (Ronaldo), Thiago Neves, Ricardinho; Dalberto, Marquinhos. T.: Jair Ventura

ATLÉTICO-MG
Everson; Guga, Réver, Junior Alonso, Guilherme Arana; Jair, Allan, Hyoran; Savarino, Eduardo Sasha, Vargas. T.: Jorge Sampaoli

Estádio: Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Horário: 16h deste domingo
Juiz: Rodolpho Toski Marques (PR)

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube