Fechar

logo

Fechar

São Paulo encerra jejum depois de sete jogos sem vencer

Da redação com Folhapress. Publicado em 7 de outubro de 2020 às 22:54.

Foto: Ascom/São Paulo

Foto: Ascom/São Paulo

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O São Paulo venceu o Atlético-GO por 3 a 0 no Morumbi, na noite desta quarta (7), encerrou um jejum de sete partidas sem uma vitória e deu sobrevida a Fernando Diniz no cargo de treinador. A vitória na 14ª rodada do Campeonato Brasileiro 2020 contou com dois gols de Brenner e um de Gabriel Sara.

Com o resultado, o Tricolor Paulista chega 23 pontos conquistados e, no mínimo, mantém a diferença de sete pontos para o líder Atlético-MG. O Atlético-GO fica com 14 pontos na tabela de classificação e estaciona na 14ª colocação. O SPFC volta a campo para enfrentar o Palmeiras no sábado, no Allianz Parque. O Dragão jogará contra o Red Bull Bragantino no domingo.

QUEM FOI BEM: BRENNER
Brenner falhou em finalizações como centroavante no primeiro tempo. No entanto, evoluiu durante a partida e foi importante para o São Paulo no jogo de hoje. Com boa movimentação, voltou à intermediária ofensiva para criar chances de perigo e apareceu como um finalizador na grande área. Ele deixou a sua marca ainda no primeiro tempo em rebote de Kozlinski e, na etapa final, recebeu cruzamento rasteiro de Gabriel Sara para estufar a rede.

QUEM FOI MAL: VITOR BUENO
Escalado como um segundo atacante – atuando até por trás de Brenner -, Vitor Bueno não fez um jogo convincente no Morumbi. O atacante não conseguiu criar jogadas e tampouco levar perigo ao gol adversário. Preso na marcação, não ficou ambientado à nova função. Ele costuma atuar aberto pelo lado esquerdo do ataque.

GABRIEL SARA PARTICIPA ATIVAMENTE DOS TRÊS GOLS
Gabriel Sara foi fundamental para a vitória do São Paulo sobre o Atlético-GO, na noite de hoje, no Morumbi. O jovem meio-campista deu cruzamento no lance que culminou no primeiro gol de Brenner, ainda no primeiro tempo, deixou a sua marca e também foi fundamental ao dar assistência para Brenner marcar o terceiro do time paulista.

SÃO PAULO COMEÇA FALHANDO, MAS MELHORA
Mesmo com o gol de Brenner ainda no primeiro tempo, o São Paulo encontrou dificuldades na conclusão de jogadas antes do intervalo. Gabriel Sara, Igor Gomes, Vitor Bueno o próprio Brenner (em mais de uma vez) desperdiçaram chances claras de marcar.

O Tricolor Paulista criou oportunidades em cruzamentos pelo alto e lances de contra-ataque. O setor de criação se destacou com Reinaldo pelo lado esquerdo do ataque. No segundo tempo do jogo, Gabriel Sara passou a ter mais liberdade em campo e foi preponderante para aumentar o resultado. O jovem marcou um gol e deixou Brenner em condições de marcar o terceiro do mandante.

PRESSIONADO, DINIZ MANTÉM PERFIL INQUIETO
Mesmo com a pressão de torcida e até da diretoria sobre o seu trabalho, Fernando Diniz manteve o mesmo perfil às margens do campo de jogo na noite de hoje. Inquieto, o treinador orientou os seus comandados da área técnica, se irritou em alguns lances e não parou por um segundo sequer. O perfil adotado no espaço, como de costume, chama a atenção de quem assiste aos jogos diretamente do Morumbi. Ele celebrou bastante os gols marcados por sua equipe.

VAR SALVA ARBITRAGEM DE ERRO EM PÊNALTI
Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES) marcou pênalti de Eder no segundo tempo do jogo. Na ocasião, Brenner aproveitou escanteio de Daniel Alves e cabeceou firme. A bola desviou no peito do zagueiro, e a arbitragem viu desvio na mão. Depois de marcar pênalti, o árbitro foi chamado por Daniel Nobre Bins (RS) para rever o lance. Isso foi o suficiente para a mudança de decisão em campo.

SÃO PAULO
Volpi; Juanfran (Igor Vinícius), Diego Costa, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Dani Alves, Igor Gomes e Gabriel Sara; Brenner (Pablo) e Vitor Bueno (Tchê Tchê). Técnico: Fernando Diniz

ATLÉTICO-GO
Kozlinski; Dudu, Éder, Gilvan e Nicolas; Marlon Freitas, Oliveira (Willian Maranhão) e Chico (Wellington Rato); Janderson (Matheuzinho), Ferrareis (Matheus Vargas) e Zé Roberto (Hyuri). Técnico: Vagner Mancini

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Horário: às 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antonio Zanotti (ES)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Cartão amarelo: Reinaldo, Daniel Alves, Gabriel Sara (São Paulo); Gilvan, Hyuri (Atlético-GO)
Gols: Brenner, aos 46 minutos do primeiro tempo (1-0); Gabriel Sara, aos 20 minutos do segundo tempo (2-0); Brenner, aos 26 minutos do segundo tempo (3-0)

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube