NO ALMEIDÃO

Pressionado, Botafogo-PB recebe o lanterna ASA-AL para respirar contra rebaixamento

01/09/2017 às 10:27

Fonte: Da Redação

O planejamento feito para a temporada deste ano era reconstruir o sonho que ficou em Varginha-MG, em 2016, quando perdeu a vaga na Série B para o Boa Esporte-MG, com um gol sofrido aos 50 minutos do segundo tempo.

Mas a realidade está mais para pesadelo. Faltando duas rodadas para o fim da primeira fase da terceira divisão, o Botafogo-PB vem flertando fortemente com a zona de rebaixamento, e a assombração da queda puxa o pé do torcedor do Botafogo-PB semana após semana durante a sequência de nove partidas em que oito acabaram com o time sem somar um ponto sequer.

Para tentar acordar em uma realidade minimamente tranquila, o Botafogo-PB entra em campo logo mais, às 21h30, para receber o ASA-AL, no estádio Almeidão,  pela décima sétima rodada do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C. O Belo soma 17 pontos, assim como o Moto Club-MA, nono colocado, que joga no sábado contra o Cuiabá-MT, em São Luis-MA.

As nove derrotas botafoguenses somam um turno inteiro sem pontuar. Ainda assim o time não entrou na zona de rebaixamento, contando muito com combinações de resultados ao seu favor. Mas a gordura acabou, e o time tem que fazer sua parte para não ter que disputar a Série D em 2018. A última cartada da diretoria do clube para chacoalhar o elenco foi demitir o treinador Ademir Fonseca, que comandou o clube em apenas quatro oportunidades – ou 26 dias -, e efetivar Ramiro Souza como técnico.

foto: Voz da Torcida

Dentro das quatro linhas, a semana foi de muito treinamento, sempre de portões fechados. Para a decisão de daqui a pouco, o Belo contará com o retorno do volante Magno e do atacante Fernandinho, que cumpriram suspensão automática na derrota para o Confiança-SE. Ainda assim, são muitas dúvidas a respeito da escalação. Rafael Oliveira, longe de sua melhor forma, pode perder espaço para Warley.

O artilheiro do Belo no ano saiu vaiado de campo na última partida, justamente quando foi substituído pelo camisa 9, que foi mais participativo e marcou um golaço de voleio. Outra mudança pode ocorrer no sistema defensivo.

Titular antes da saída de Itamar Schulle, Bruno Maia pode pintar novamente entre os titulares. Com o retorno de Magno ao meio campo, Sapé deve ser mais uma vez deslocado para a lateral direita. Por fim, na armação das jogadas, Marcinho e Cleyton disputam uma vaga ao lado de Roger Gaúcho.

No que provavelmente será sua última aparição no Almeidão em 2017, o Bota-PB fez promoção de ingressos para esta partida tão decisiva, na qual terá a arquibancada sol inteira com ingressos sendo trocados por R$ 50 em notas fiscais. A diretoria conta com grande presença da torcida para empurrar o time.

Do lado alagoano, muitas mudanças. Afinal, é a última tacada de quem pode ser matematicamente rebaixado caso não vença. Nem o empate serve. Sem ter muito a perder, o ASA-AL vem ao jogo com quatro mudanças no time titular. Douglas, Mazinho, Leanderson e Jhulliam vão iniciar o jogo nos lugares Everton, Kessi, Doda e Kanu, respectivamente.

Com apenas 12 pontos, o fato curioso é que o Fantasma tem menos derrotas que o seu adversário de hoje – oito, contra nove do Belo -. A última vitória do alvinegro foi justamente diante do Botaf0go-PB, em Arapiraca, pela oitava rodada.

O trio de arbitragem responsável pelo jogo vem de Santa Catarina. Rodrigo D. Alonso Ferreira será o árbitro, auxiliado por Éder Alexandre e Henrique Neu Ribeiro.

Escalações

Botafogo-PB: Michel Alves, Sapé, Plínio, André (Bruno Maia), Carlos Renato (Bruno Costa); Djavan, Magno, Cleyton (Marcinho), Roger Gaúcho; Dico, Rafael Oliveira (Warley). Técnico: Ramiro Souza.

ASA-AL: Carlão, Douglas, André Lima, Fernando Lopes, Airton; Mazinho, Juninho, Leanderson, Rafael Tavares; Jhulliam, Leandro Kível. Técnico: Marcelo Vilar.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons