Fechar

logo

Fechar

Presidente do Campinense coloca cargo à disposição após fracasso na Série D

Da Redação. Publicado em 4 de dezembro de 2020 às 8:44.

Foto: As com/Campinense

Foto: As com/Campinense

Eliminado da Série D do Campeonato Brasileiro, o Campinense tenta se reestruturar dentro e fora das quatro linhas.

Além de tentar desfazer os contratos dos jogadores, o clube vive momentos de incertezas quanto à parte administrativa. Isso porque, conforme nota oficial, o presidente Paulo Gervany e sei vice Kleber Cabral, colocaram o cargo à disposição e devem deixar o comando rubro-negro.

Agora, a expectativa é de que haja uma reunião do Conselho Deliberativo já neste sábado (05) para determinar novas eleições.

Paulo Gervany assumiu o rubro-negro após renúncia de Erivaldo Ferreira no meio de 2019. Ao portal Voz da Torcida, ainda no início da pandemia, o mandatário afirmou que Campinense realizou uma auditoria no início deste ano que constatou um total de dívidas que chega em cerca de R$ 20 milhões à época.

Dentro de campo, o futebol em 2020 contratou o inexplicável número de 81 jogadores e 7 treinadores. Na Série D, sob o comando da FDA Sports, o time foi eliminado da competição antes do último jogo da primeira fase.

Confira a nota do clube sobre a situação:

Comunicado

Conselho Deliberativo confirma que Paulo Gervany colocou seu cargo à disposição, assim como seu vice-presidente Kleber Cabral.

A Presidente do Conselho Deliberativo, Graças Tavares, afirmou hoje (03) que já convocou para este fim de semana, uma reunião extraordinária para homologar o pedido e convocar novas eleições.

Após a homologação das saídas, Graça Tavares assumirá a presidência do clube de forma interina e terá um prazo máximo de até 60 dias para convocar novas eleições.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube