No jogo dos desesperados, Cuiabá vence Chapecoense de virada

Da redação com Folhapress. Publicado em 18 de julho de 2021 às 13:43.

Foto: Ascom/Cuiabá

Foto: Ascom/Cuiabá

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Cuiabá venceu a Chapecoense de virada por 3 a 2, na manhã deste domingo (18), na Arena Condá, em Chapecó, em partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Geuvânio e Ignácio marcaram para a equipe catarinense, enquanto Jenison, Felipe Marques e Elton assinalaram e deram a vitória ao Dourado.

A partida foi bastante movimentada durante os primeiros 20 minutos, com três gols marcados em menos de 30 minutos de jogo. Os primeiros lances de perigo apareceram apenas quando a Chapecoense, ainda no começo da primeira etapa, passou a criar algumas oportunidades. O Cuiabá, por outro lado, apostou nos contra-ataques para buscar o resultado positivo.

A segunda etapa não foi tão diferente da primeira, mas só começou a ficar mais dinâmica nos minutos finais depois que os técnicos de ambas as equipes realizaram mudanças no ataque. O resultado positivo, no entanto, só apareceu para o Cuiabá, que conseguiu marcar o gol da vitória pouco antes do fim do jogo, aos 42 minutos.

Com a vitória, o Cuiabá dá o primeiro passo para sair da zona de rebaixamento e agora ocupa a 17ª posição na tabela, com 9 pontos somados. A Chapecoense, por outro lado, segue sem vencer no Brasileirão e amarga a última posição da tabela, com oito derrotas e quatro empates, somando apenas 4 pontos na temporada. O próximo jogo do Cuiabá é contra o Corinthians, segunda (26), às 20h, na Arena Pantanal. No mesmo dia, a Chapecoense enfrenta o Juventude, às 18h00, no Rio Grande do Sul.

CUIABÁ APOSTA NA OFENSIVIDADE
O técnico Jorginho, do Cuiabá, apostou em um time mais ofensivo para enfrentar a Chapecoense fora de casa, determinando um esquema tático no 4-3-3. A estratégia, no entanto, não surtiu efeito nos primeiros minutos da partida e a Chapecoense conseguiu ficar mais tempo com a bola.

GEUVÂNIO NÃO VACILA
O atacante Geuvânio, que não começava como titular desde o dia 19 de maio, durante o Campeonato Catarinense teve sua primeira chance na formação inicial com o técnico Jair Ventura e não desperdiçou a oportunidade.

Aos 16 minutos, o atacante recebeu na área, limpou a marcação de Uendel e finalizou de esquerda no meio do gol para cobrir o goleiro João Carlos e marcar o segundo gol do time na Arena Condá no Brasileirão.

DOURADO IGUALA E CHAPE MARCA OUTRA VEZ
Não deu tempo para a Chapecoense comemorar após marcar o primeiro gol. Menos de dois minutos depois de abrir o placar, Felipe Marques, do Cuiabá, pegou a sobra na área, chutou colocado e acertou o travessão. No rebote, Jenison completou de pé direito e empatou para o Dourado. Três minutos depois, em cobrança de falta ensaiada, Anselmo Ramon rolou para Busanello encher o pé de fora da área para João Carlos espalmar e Ignácio aproveitar o rebote colocando a Chape na frente do marcador mais uma vez.

JOGADA REPETIDA
A jogada que resultou no gol para recolocar a Chapecoense na frente já aconteceu nesta temporada, mais precisamente na última rodada, contra o Flamengo. O atacante cobrou falta rasteiro e mandou a bola no canto de Diego Alves. O goleiro, assim como João Carlos, não conseguiu segurar a bola e Perotti apareceu para mandar para o gol e fazer.

CUIABÁ DEIXA TUDO IGUAL
Um minuto antes do fim do primeiro tempo o Cuiabá conseguiu igualar o marcador para chegar tranquilo para a segunda etapa. Em bela troca de passes, Danilo Gomes acionou João Lucas, que invadiu a área e cruzou para Felipe Marques finalizar de primeira para o fundo do gol.

Foto: Ascom/Cuiabá

Foto: Ascom/Cuiabá

SEGUNDO TEMPO MORNO
A Chapecoense passou a sofrer sem a bola durante boa parte da segunda etapa. Com maior posse para o Cuiabá, o Dourado se movimentava e fechava os espaços causando desgaste físico. Jair Ventura colocou Fabinho e Kaio Nunes e as alterações sortiram efeito, fazendo a Chape voltar a ter algumas chances de marcar mais um gol, mas sem sucesso.

CHANCES NO FIM
Nos minutos finais da partida, os clubes buscaram a vitória e as mudanças realizadas pela Chapecoense fizeram a equipe ficar mais ativa. Apesar disso, foi o Cuiabá quem conseguiu marcar e sair com a vitória. Aos 42 minutos, João Lucas cruzou na área, Elton subiu e mandou no canto do goleiro João Paulo.

CHAPECOENSE
João Paulo, Felipe Santana, Ignácio, Derlan (Kaio Nunes), Matheus Ribeiro, Lima (Mike, Anderson Leite, Busanello, Fernandinho (Fabinho), Geuvânio (Felipe Baxola) e Anselmo Ramon (Perotti). Técnico: Jair Ventura

CUIABÁ
João Carlos, João Lucas, Marllon, Paulão (Anderson Conceição), Uendel, Auremir (Yuri), Uillian Correia, Clayson (Jonathan Cafú), Danilo Gomes (Elton), Felipe Marques e Jenison (Osman). Técnico: Jorginho

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)
Cartões amarelos: Geuvânio (CHA), Anselmo Ramon (CHA), Paulão (CUI), Jenison (CUI)
Gols: Geuvânio, aos 16/1ºT (1-0), Jenison, aos 18/1ºT (1-1), Ignácio, aos 22/1T (2-1), Felipe Marques, aos 47/1T (2-2) e Elton, aos 42/2T (2-3)

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube