Fechar

Fechar

Na marra, Santos vence o Atlético-PR na Vila e fica mais perto do G-6

Da redação com Gazeta.net. Publicado em 30 de setembro de 2018 às 18:18.

Na marra, o Santos venceu o Atlético-PR por 1 a 0 na tarde deste domingo, na Vila Belmiro, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado por Carlos Sánchez, de pênalti, aos 51 minutos do segundo tempo.

O Peixe desperdiçou várias chances e só marcou no fim, quando tudo caminhava para o empate. Os três pontos fazem o alvinegro ficar mais perto da Libertadores da América em 2019, agora na oitava colocação, com 36. O Furacão caiu para o 12º lugar e está mais longe da competição continental.

Na próxima rodada, o Peixe visitará o Vitória, sexta-feira, às 21h30, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Furacão receberá o América-MG, sábado, às 16h.

 JOGO

O Santos se lançou ao ataque desde o primeiro minuto e pressionou o Atlético-PR durante 20 minutos. Os visitantes equilibraram a partida por pouco tempo e depois voltaram a sofrer, sem conseguir contra-atacar. E o Peixe voltou a sofrer com um problema recorrente: o das finalizações.

Aos 15 minutos, Carlos Sánchez recebeu de Victor Ferraz e bateu forte, para boa defesa de Santos. Aos 36, também pela direita, Rodrygo avançou e chutou forte para outra defesa segura do goleiro atleticano.

Sem espaço para contra-atacar, o Atlético-PR assustou em duas finalizações de longe de Nikão: primeiro aos dois minutos e depois aos 43.

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

VITÓRIA NA MARRA

O cenário não foi alterado para o segundo-tempo, mas o Santos teve ainda mais dificuldade para criar jogadas diante de um Atlético-PR mais cauteloso.

Aos oito minutos, os santistas sofreram um susto. Nikão cobrou falta e Vanderlei falhou ao dar rebote para a pequena área. Lucho González fez o gol, mas a arbitragem assinalou o impedimento de forma correta.

Aos 12 minutos, o Santos voltou a pressionar, primeiro com Bruno Henrique, que por pouco não aproveitou cruzamento de Victor Ferraz, e na sequência por duas vezes com Carlos Sánchez, para duas boas defesas de Santos aos 13 e aos 15.

O jogo ficou mais aberto depois das chances do Santos. O Atlético-PR finalizou com Marcinho, por cima do gol, e, na volta, aos 17, Rodrygo chutou de esquerda para Santos defender de novo.

A emoção só voltou ao jogo no minuto 37, quando Nikão cruzou e Marcelo Cirino cabeceou perto da trave de Vanderlei. E quando tudo caminhava para o empate, Dodô sofreu pênalti e Carlos Sánchez, aos 51 minutos, bateu com categoria para converter.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube