Fechar

Fechar

Na chuva, Mercedes surpreende e Hamilton garante a pole na Hungria

Da redação com Gazeta.net. Publicado em 28 de julho de 2018 às 12:13.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Depois de uma sexta e um sábado de superioridade da Ferrari e Red Bull com relação às demais equipes, a Mercedes apareceu na hora certa. Em um treino classificatório com emoção até o final, Lewis Hamilton e Valtteri Bottas garantiram a dobradinha da equipe, com o britânico tetracampeão mundial ficando com a pole position do Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1.

Resta agora saber se o britânico poderá vencer neste domingo, no circuito de Hungaroing, e quebrar a “maldição” do percurso, já que, com exceção de 2004, quem vence na Hungria não vence o campeonato. Enquanto a Mercedes foi bem e Ferrari e RBR decepcionaram, a Renault de Carlos Sainz Jr. surpreendeu com a quinta colocação.

Na parte inicial do treino, a instabilidade das estratégias adotadas pelas equipes quanto à chuva foi determinante para os resultados. No começo do Q1, a pista de Hungaroing encontrava-se ainda molhada, determinando o uso de pneus intermediários e a saída imediata ao circuito assim que o cronômetro começou a correr.

Conforme apontado pelos pilotos, partes do circuito começaram a secar enquanto outras permaneciam em seu estado inicial. Com isso, os pneus foram alterados para os slick, o que causou mudanças incomuns entre os primeiros, como as lideranças temporárias de Magnussen e Ericsson. Ao passar da chuva, mais alterações quanto aos pneus foram sendo feitas, com todos (a exceção sendo Ricciardo, com o set macio) chegando na parte final do Q1 com o conjunto ultra macio.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Com o início da segunda parte da sessão veio a chuva mais forte. Lance Stroll, da Williams, rodou logo no começo do Q2, bateu fora da pista e acabou tendo o bico do carro quebrado. Raikkonen também acidentou-se da mesma maneira e teve de retornar aos boxes, enquanto Magnussen, da Haas, testava a ida à pista com pneus de chuva.

Na sessão, a estratégia adotada pela Ferrari com Vettel mostrou-se acertada, já que o alemão foi ao circuito logo na abertura do Q2 com pneus intermediários, “sobrando” no tempo. Por outro lado, Ricciardo, melhor no primeiro treino livre da Hungria, decepcionou e ficou de fora da parte final do treino classificatório para o 12º Grande Prêmio da categoria. As surpresas ficaram por conta de Brendon Hartley e Pierre Gasly.

Para os últimos dez minutos do qualificatório, todos os pilotos classificados para tal parte do treino foram para a pista com pneus molhados, já que a chuva não deu trégua e aumentou em intensidade. Com as condições adversas, a Ferrari não conseguiu segurar a liderança e viu a Mercedes, de maneira surpreendente, garantir a dobradinha na Hungria.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube