ANÁLISE

Meio-campista lamenta afobação do Botafogo-PB contra Atlético-MG

22/02/2018 às 23:31

Fonte: Da Redação

Caiu a invencibilidade do Botafogo-PB na temporada.

A derrota por 4 a 0 para o Atlético-MG, de quebra, eliminou o Belo da Copa do Brasil, já que a classificação para a terceira fase era decidida em apenas um jogo.

O reflexo dentro do gramado foi notório. Nos primeiros 25 minutos, o Botafogo-PB até conseguiu manter o controle do jogo, mesmo sem a efetividade ofensiva que o deu os 100% de aproveitamento até a noite de ontem. Daí em diante, só deu Galo.

Na primeira chegada mais incisiva, o Atlético-MG abriu o placar e se aproveitou da impotência do Belo para tomar o controle do duelo para si.

No segundo tempo, encaixou três contra ataques e, comandado por uma boa atuação do venezuelano Otero, despachou o time paraibano da competição.

– Não perdemos para qualquer equipe. A gente perdeu para uma equipe de Série A. Não queríamos, mas uma hora (a derrota) aconteceria. Nenhum time é invencível. Vamos manter os pés no chão, trabalhar o que a gente errou para que, na próxima partida, a gente consiga alcançar a vitoria e esquecer esse jogo – disse Allan Dias.

Foto: Voz da Torcida

Na descida para o intervalo, Carlos Renato pediu paciência para correr atrás do resultado. Na volta para a etapa complementar, revelou que a palavra de ordem do treinador Leston Júnior foi a mesma.

Allan Dias lamentou o abalo do time após o primeiro tento sofrido, demonstrando insatisfação com a postura da equipe em busca de uma possível reação.

– A questão psicológica abalou. Tomamos o primeiro gol e ficamos afoitos. Acabamos perdendo o controle, atacamos de qualquer jeito. São coisas que acontecem. Vamos passar uma borracha, que no domingo temos um compromisso onde temos que buscar a vitoria –​ afirmou.

O Botafogo-PB volta a campo no próximo domingo (25), pela penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paraibano, contra a Desportiva Guarabira, às 16h, no estádio Almeidão.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons