Fechar

logo

Fechar

Marinho entra e evita derrota do Santos no clássico Sansão

Da redação com Folhapress. Publicado em 12 de setembro de 2020 às 21:48.

Foto: Ascom/Santos

Foto: Ascom/Santos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Com gol de Marinho e falha de Tiago Volpi, o Santos conseguiu empatar com o São Paulo por 2 a 2 na noite deste sábado (12), na Vila Belmiro. O clássico foi válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

O resultado deixa os são-paulinos frustrados, principalmente pelo futebol que apresentaram no primeiro tempo.

Com o resultado, o Santos chega aos 15 pontos, e o São Paulo, com 18 pontos, não consegue se aproximar do líder Internacional, que tem 20 pontos e joga neste domingo (13) contra o Goiás.

O torcedor santista foi do receio -quando soube que Marinho, poupado pelo técnico Cuca para a Libertadores, começaria na reserva- ao desespero com o volume de ações do São Paulo desde os primeiros minutos. Os visitantes tomaram conta da Vila Belmiro, pressionando desde a saída de bola e bombardeando a meta de João Paulo.

O time de Fernando Diniz deixou os santistas atordoados e abriu o placar aos sete minutos de jogo. O meia Gabriel Sara tirou a bola dos pés do zagueiro Luan Peres na entrada da área, ficou cara a cara com João Paulo e chutou no canto esquerdo.

O Santos conseguiu um pouco de sossego aos 29 minutos, com gol de Madson. O lateral, de 1,82m de altura, ganhou de Hernanes pelo alto e cabeceou no canto esquerdo para empatar. O gol equilibrou as ações das duas equipes, e os donos da casa quase ampliaram em contragolpe de Soteldo. Mas Gabriel Sara recolocou o time tricolor na frente do placar. Aos 37 minutos, o ala Igor

Vinícius recebeu de Gabriel Sara, foi à linha de fundo e cruzou na área para o próprio Sara, que emendou de primeira.

Na volta do intervalo, Cuca tirou os atacantes os improdutivos Arthur Gomes e Marcos Leonardo, de 17 anos, pelo zagueiro Wagner e o meia Lucas Lourenço. O treinador tentava fortalecer o meio de campo, dominado até então pelos são-paulinos.

As duas equipes criaram chances de gol, mas a partida perdeu o seu ritmo frenético como o do primeiro tempo. O descanso de Marinho acabou aos 20 minutos, quando Cuca o chamou para a vaga de Sánchez, o uruguaio não consegue repetir boas atuações como fez com o técnico Jorge Sampaoli.

Aos 26 minutos da etapa final, houve queda no fornecimento de energia na Vila Belmiro, e o árbitro Luiz Flávio de Oliveira paralisou a partida por 17 minutos.

Assim que a bola voltou a rolar, Marinho empatou para o Santos e graças ao erro duplo de Tiago Volpi. O atacante foi derrubado por Hernanes na intermediária. Na cobrança de falta de longa distância, Volpi mandou inverter o lado da barreira, Marinho encheu o pé, e o goleiro não conseguiu encaixar a bola.

Foto: Ascom/Santos

Foto: Ascom/Santos

Com o empate, os santistas seguem sem vencer um clássico nesta temporada. Dos cinco disputados, perdeu três e empatou dois.
A 10ª rodada teve também neste sábado a vitória do Athletico sobre o Coritiba, por 1 a 0, na Arena da Baixada e terá oito confrontos neste domingo. Às 16h, o Corinthians, sob comando do técnico interino Dyego Coelho, enfrenta o Fluminense, no Maracanã, e o Palmeiras pega o Sport, às 19h45, no Allianz Parque.

Santos e São Paulo voltam a campo no meio desta semana pela Libertadores, que estava paralisada desde março diante da pandemia de Covid-19. Na terça (15), o time da Vila duela com o Olimpia (PAR), às 21h30, na Vila Belmiro, e a equipe tricolor recebe o River Plate (ARG) na quinta (17), às 19h, no Morumbi.

Pelo Nacional, o São Paulo só jogará no próximo dia 26 contra o Internacional, porque o time antecipou o seu compromisso da 11ª rodada – 1 a 0 sobre o Athletico. O Santos visitará o Botafogo no domingo (20), às 18h15.

SANTOS
João Paulo; Madson, Lucas Veríssimo, Alison e Luan Peres; Diego Pituca, Carlos Sánchez (Marinho) e Arthur Gomes (Wagner Leonardo); Marcos Leonardo (Lucas Lourenço), Soteldo (Jean Mota) e Lucas Braga. Técnico: Cuca

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Igor Vinícius, Diego Costa, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê (Luan), Hernanes (Brenner) e Gabriel Sara, Igor Gomes, Vitor Bueno (Paulinho Bóia) e Luciano. Técnico: Fernando Diniz

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartões amarelos: Soteldo, Luan Peres (SAN); Igor Vinícius, Hernanes (SAO)
Gols: Gabriel Sara, aos 7min, Madson, aos 29min, Gabriel Sara, aos 37 minutos do primeiro tempo; Marinho, aos 45 minutos do segundo tempo

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube