Fechar

logo

Fechar

Lateral vê concorrência sadia pela disputa da posição no Botafogo-PB

Da Redação com VozDaTorcida. Publicado em 10 de fevereiro de 2021 às 15:33.

Foto: Ascom/Botafogo

Foto: Ascom/Botafogo

Em coletiva realizada na tarde de terça-feira (09), na Maravilha do Contorno, o lateral-esquerdo Tsunami pregou a união de todos para superar a fase financeira complicada vivida pelo Botafogo-PB e se colocou a disposição do técnico Marcelo Vilar para atuar em diversas posições.

O defensor que chegou ao Botafogo-PB após disputar a Série C de 2020 pelo Manaus é natural de Belém e cria da base do Clube do Remo, onde ganhou o inusitado apelido devido a sua grande dedicação ao fazer pressão na marcação aos adversários.

No Pará conviveu em um ambiente de cobrança por resultados, quando atuou no time de cima e disputou a Série C em 2017, um cenário parecido com o que vai vivenciar na Paraíba pela pressão constante pelo acesso, somado a má temporada passada e aos problemas internos vividos pelo clube.

– Sabemos da importância que o clube tem no cenário do futebol brasileiro, da pressão, jogamos em clubes de pressão. Como converso muito com o Lucas também, o outro lateral-esquerdo, que a gente vem até unido porque o clube vai precisar muito de nós e todos os jogadores. É o momento, o clube está passando por um momento delicado, mas somos nós que podemos tirá-lo dessa situação. Os jogadores estão treinando muito, todo mundo empenhado e creio que vai dar tudo certo – destacou.

O jogador não irá lidar apenas com a pressão por resultados, como também na disputa pela posição. Em tese, Tsunami foi o contratado para ser titular, mas as laterais botafoguenses têm sido um problema constante na equipe, com uma alta rotatividade de jogadores. Ainda assim, o atleta prega união e não vê seu colega, Lucas Gabriel, como um adversário.

– Não vejo Lucas como meu inimigo, é um cara que vai me ajudar muito. Conversamos sobre algumas coisas, sobre o que ele faria de melhor, ou eu, um passando pro outro. Eu acho que assim vamos conquistar nossos objetivos – disse.

Porém, Tsunami conta com uma vantagem para conseguir mais oportunidades de entrar em campo, a versatilidade. O treinador Marcelo Vilar vem destacando desde seu acerto com o clube a ideia de buscar jogadores polivalentes para suprir as necessidades de um elenco que será reduzido. O jogador garante que pode ajudar em outras áreas.

– Fiz minha base inteira de zagueiro. Mas com o decorrer dos anos, principalmente no Remo, joguei muito de volante e lateral. Com esses anos vim me adaptando, sou um cara que agride muito a última linha, bastante ofensivo e defensivo também, porque é a minha característica. Sou um cara mais defensivo, mas com o passar dos anos fui me adaptando e agora consigo apoiar mais do que antes – contou.

O time da estrela vermelha segue sua preparação para o início das competições e já tem o primeiro teste para acontecer. Será um jogo-treino, no Centro de Treinamento da Maravilha do Contorno, às 15h, no sábado (13), contra a equipe do CSP.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube