Fechar

logo

Fechar

Lateral livra o Fluminense da derrota em casa

Da redação com Folhapress. Publicado em 17 de outubro de 2020 às 21:14.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Em jogo agitado, Fluminense e Ceará ficaram no empate em 2 a 2 na noite deste sábado (17), no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O jovem Luiz Henrique, cria da base tricolor, abriu o placar. O Vozão virou com um bonito gol de Vina, mas Danilo Barcelos, no fim, deixou tudo igual.

Com o resultado, a equipe das Laranjeiras, que chegou a seis jogos sem perder, alcançou 26 pontos, enquanto o Vozão foi a 19. Na próxima rodada, a equipe de Odair Hellmann recebe o Santos, no Maracanã. Já o Ceará, encara o Coritiba, na Arena Castelão.

Nos minutos iniciais, o Fluminense tinha a posse de bola, girava o jogo, mas mostrava dificuldade para furar a defesa do Ceará. Fred protagonizou os dois primeiros lances mais perigosos. Primeiramente, aproveitou bobeira da zaga, dominou e experimentou de longe. Depois, após corta-luz de Nenê, acabou furando a bola e desperdiçou a chance.

A equipe das Laranjeiras chegou ao gol com um jogador criado na base. Depois de boa trama pela esquerda, Danilo Barcelos cruzou na cabeça do jovem Luiz Henrique, que surgiu sem marcação nas costas da defesa. Ele subiu e, de cabeça, mandou para a rede. Foi o primeiro gol dele no profissional.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.

Na reta final do primeiro tempo, o Ceará conseguiu igualar o placar. Após cobrança de escanteio, Charles desviou na primeira trave, a bola bateu em Hudson em meio a uma confusão na área e entrou.

O segundo gol do Ceará surgiu em um erro de Digão e oportunismo de Vina. O zagueiro tricolor foi tentar driblar e o atacante do Vozão roubou, avançou, driblou Muriel e balançou a rede. No lance, ele caiu e machucou o ombro esquerdo, não tendo mais condições de permanecer na partida – foi substituído por Lima.

O Flu foi para o “tudo ou nada” no fim do jogo e o Ceará tentou aproveitar os espaços deixados na defesa. Após cruzamento de Caio Paulista pela esquerda, Fred cabeceou e Danilo Barcelos bateu para deixar tudo igual.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 2 CEARÁ
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de outubro de 2020, sábado Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)
VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Cartões amarelos: Digão, André, Igor Julião (FLU); Tiago, Pedro Naressi
Gols: Luiz Henrique, aos 12 minutos do primeiro tempo (FLU); Charles, aos 41 minutos do primeiro tempo (CEA); Vina, aos 32 minutos do segundo tempo (CEA); Danilo Barcelos, aos 45 minutos do segundo tempo (FLU).

FLUMINENSE
Muriel, Igor Julião, Nino, Digão e Danilo Barcelos; Dodi, Hudson (Caio Paulista) e Yago (André) (Felippe Cardoso); Nenê (Ganso), Luiz Henrique (Marcos Paulo) e Fred. Técnico: Odair Hellmann.

CEARÁ
Fernando Prass, Fabinho, Eduardo Brock e Bruno Pacheco; Pedro Naressi (Leandro Carvalho), Charles, Fernando Sobral e Vina (Lima); Léo Chú (Kelvyn) e Rafael Sóbis (Cléber). Técnico: Guto Ferreira.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube