Internacional tropeça em casa contra o Bahia, mas segue líder do Brasileiro

Da redação com Folhapress. Publicado em 6 de setembro de 2020 às 18:39.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Internacional e Bahia empataram por 2 a 2 neste domingo (6) em jogo bastante movimentado, com direito a dois gols anulados, dois pênalti assinalados com a ajuda do VAR e quatro bolas na rede. Os tentos dos donos da casa foram marcados por Patrick e Galhardo, enquanto Rodriguinho e Clayson balançaram a rede para os visitantes no Beira-Rio, em jogo pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado mantém o Inter como líder da competição, agora com 16 pontos, um a mais que o São Paulo. Por sua vez, o Bahia evita uma piora em sua crise, mas ainda assim chega a cinco jogos sem vencer. A equipe tricolor soma nove pontos.

As equipes voltam a jogar na quinta-feira (10). O líder Internacional recebe o Ceará, às 19h15h (de Brasília), enquanto no mesmo horário, no estádio Pituaçu, em Salvador (BA), o Tricolor baiano enfrenta o Grêmio.

O Internacional demorou apenas dois minutos para mostrar seu cartão de visitas ao Bahia. Em uma jogada iniciada em um cruzamento de Uendel, D’Alessandro bateu cruzado e exigiu que Mateus Claus fizesse uma grande defesa. Entretanto, apesar de deter controle da posse de bola, o Colorado criava grandes ameaças ao Tricolor baiano, que se mostrava bastante confortável em a sua proposta de jogo baseada em contra-ataques.

O primeiro gol da partida surgiu inesperadamente após uma falha individual do Internacional. Zé Gabriel errou um passe cruzado na saída de bola e Rodriguinho aproveitou bem o passe de Daniel, limpou a marcação de Boschilia com um belo drible e abriu o placar para o Bahia.

O empate do Inter veio na mesma moeda. Após falha individual do zagueiro Juninho, D’Alessandro rolou caprichosamente para a Thiago Galhardo, de primeira, cruzou para Patrick testar para as redes.

Antes do fim do primeiro tempo, o Bahia voltou a estar à frente no placar, após Gilberto aproveitar bem um contra-ataque e finalizar entre as pernas de Lomba. O gol, porém, foi corretamente anulado com a ajuda do VAR. Três minutos depois, foi a vez do Inter ter seu grito de gol contido após Galhardo marcar e ter sua condição de impedimento confirmada pelo auxílio tecnológico da arbitragem.

Já no segundo tempo, Braulio da Silva Machado foi chamado para consultar a tela do VAR em um lance de pênalti após um empurrão de Gregore em Cuesta. Alguns minutos depois, o árbitro ratificou sua marcação inicial e Galhardo converteu a cobrança, confirmando a virada do Inter.

Quando o jogo parecia decidido, o VAR chamou novamente o árbitro para averiguar uma possível falta de Rodinei. A infração acabou confirmada, e Clayson conseguiu um empate heroico para os visitantes já nos acréscimos.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

O melhor da partida foi Patrick. Thiago Galhardo foi ofuscado por seu companheiro de setor. A rara combinação entre força física descomunal e habilidade com a bola nos pés, fez com que o camisa 88 fosse primordial nos melhores momentos do Colorado na partida. Menos sobrecarregado que em outras épocas, D’Alessandro foi outro que teve bom rendimento.

O empate com gosto de derrota evitou que o Inter alcançasse a quarta vitória em quatro duelos disputados em casa no campeonato nacional. O resultado, porém, foi o suficiente para que o Colorado se mantivesse na liderança após oito rodadas. O time de Coudet, que empatou pela segunda vez seguida, tem agora 17 pontos e é seguido pelo São Paulo, com um a menos.

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Saravia, Zé Gabriel, Victor Cuesta, Uendel (Rodinei); Johnny (Rodrigo Moledo), Edenílson, Boschilia (Marcos Guilherme), Patrick (Abel Hernández); D’Alessandro (Peglow), Thiago Galhardo. T.: Eduardo Coudet

BAHIA
Mateus Claus; Nino Paraíba, Ernando, Juninho, Juninho Capixaba; Ronaldo (Edson), Gregore, Daniel (Rossi), Rodriguinho (Fessin); Elber, Gilberto (Clayson). T.: Cláudio Prates

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Juiz: Braulio da Silva Machado (SC)
Cartões amarelos: Zé Gabriel e Rodinei (Inter); Nino Paraíba, Gregore e Ronaldo (Bahia)
Gols: Rodriguinho, aos 19min do primeiro tempo, e Clayson, aos 51min do segundo tempo (Bahia); Patrick, aos 27min do primeiro tempo, e Galhardo, aos 22min do segundo tempo (Inter)

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube