Internacional reencontra o caminho da vitória no Brasileiro

Da redação com Folhapress. Publicado em 18 de julho de 2021 às 22:57.

Foto: Fernando Alves/ECJuventude

Foto: Fernando Alves/ECJuventude

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Depois de cinco jogos, o Inter reencontrou a vitória na 12ª rodada do Brasileirão. No Beira-Rio, o Colorado bateu o Juventude por 1 a 0 na noite deste domingo (18). Thiago Galhardo fez os gols para os mandantes.

Com o resultado, o time da capital chega aos 14 pontos e ultrapassa o de Caxias do Sul, que fica com 13. Na tabela, o Inter está em 13º, enquanto os jaconeros, que acumulam quatro tropeços seguidos, ficam em 14º.

Na próxima rodada do Brasileiro, o Colorado encara o Athletico no próximo domingo (25), às 18h15, na Arena da Baixada. Antes disso, o time enfrenta o Olímpia em casa na quinta (22), às 21h30, pela partida de volta das oitavas de final da Libertadores. Já o Alviverde terá oito dias de folga e atua somente na outra segunda-feira (26), às 18h, quando recebe a Chapecoense no Alfredo Jaconi.

Alternância
Atuando em casa, o Colorado iniciou melhor na partida e teve as principais oportunidades até o meio da primeira etapa, apostando na dobradinha entre Galhardo e Taison, principalmente. Depois disso, o Jaconero equilibrou as ações e chegou até a marcar, porém com a mão não vale.

No segundo tempo, Galhardo continuou sendo a principal arma ofensiva do Inter e foi premiado com um gol logo aos cinco minutos. A partida continuou bem agitada: os visitantes tentavam atacar, entretanto pouco levavam perigo. Já o time da casa, criava boas chances, mas era barrado por Carné.

Galhardo chama o jogo
Thiago Galhardo aproveitou muito bem a chance que teve entre os titulares. Além de ajudar na criação, o atacante balançou a rede aos 5 minutos da segunda etapa. Heitor cruzou a bola na medida para ele, que fez seu primeiro gol pelo Brasileirão.

Taison tem as chances
Com Yuri Alberto poupado, Thiago Galhardo voltou a ser titular e logo tratou de mostrar serviço. Aos 6 minutos, acionou Taison, que chutou do lado de fora. Com o time da casa melhor e sufocando o adversário, Galhardo voltou a aparecer aos 17, quando ganhou de cabeça e deixou Taison cara a cara com Marcelo Carné. O goleiro cresceu para cima do atacante e conseguiu defender.

A grande estrela do Inter teve outra oportunidade um minuto depois, contudo novamente errou o alvo. Dessa vez, quem fez a jogada para ele foi Paulo Victor, que, assim como Galhardo, apareceu entre os titulares por que Moisés foi poupado. O lateral esquerdo apareceu muito bem no ataque, mas precisou parar Michel Macedo com falta e foi amarelado ainda na metade da primeira etapa.

A dobradinha com Galhardo seguiu depois do intervalo. Após belo lançamento de Edenílson, Galhardo tocou a bola para Taison cabecear sozinho, mas Carné conseguiu espalmar. Irritado, Taison deixou o campo aos 16 minutos após o intervalo para a entrada de Yuri Alberto.

Tudo muda
Depois dos 30 minutos, o Alviverde, que vinha sendo acuado, conseguiu melhorar e criou as melhores chances. Wescley ia fazendo um gol olímpico até que Rafael Forster desviou e anotou o gol aos 33 minutos. No entanto, o VAR verificou que o atleta desviou a cobrança de escanteio com a mão e anulou o tento. Logo seguida, Paulinho Boia apareceu bem pelo alto, mas cabeceou no meio do gol.

Fim agitado
Os minutos de acréscimo foram agitados. Em um contragolpe rápido, Edenílson arriscou um chute que tirou tinta da trave aos 46. Três minutos depois, Cuesta cruzou para Caio Vidal que furou e perdeu ótima chance. No meio disso tudo, o volante Elton se machucou e precisou deixar o gramado ainda antes do vestiário.

Juventude corre atrás
Após sofrer o gol no começo do segundo tempo, o Juventude tentou se lançar ao ataque, Os visitantes até conseguiram aumentar o número das finalizações, buscou mais as jogadas e ocupou o campo de ataque. No entanto, sem levar perigo para Daniel. Depois dos 25 minutos, a equipe parece ter cansado e o ritmo do jogo caiu consideravelmente. Logo depois, a expulsão matou qualquer chance do empate.

VAR acionado
Em um lance no meio-campo, aos 32 minutos, Castilho esqueceu completamente da bola e, com o antebraço, acertou as costas de Palacios. O lance passou batido em campo, mas o árbitro de vídeo chamou para a revisão e o cartão vermelho foi aplicado. A expulsão gerou revolta em campo e no banco do Juventude: Carné e Paulinho Boia foram amarelados.

Os ânimos da partida ficaram mais exaltados e o técnico Marquinhos Santos chutou um copo de água no banco. O árbitro viu a ação e o expulsou direto, mesmo ele já tendo carrtão amarelo. Indignado, ele saiu aplaudindo e dizendo: “está de brincadeira, de brincadeira”.

Carné é o destaque
Apesar da derrota, é preciso valorizar o goleiro Marcelo Carné. Com grandes defesas durante toda a partida, o arqueiro manteve o Alviverde vivo no jogo.

Internacional: Daniel; Heitor, Bruno Méndez, Cuesta e Paulo Victor (Moisés); Rodrigo Lindoso; Edenilson (Johny), Taison (Yuri Alberto), Caio Vidal (Palacios) e Patrick (Maurício); Thiago Galhardo. Técnico: Diego Aguirre.

Juventude: Marcelo Carné; Michel Macedo, Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Elton (Marcos Vinicios), Matheus Jesus (Jadson), Guilherme Castilho e Wescley (Chico), Paulinho Boia (Fernando Pacheco) e Matheus Peixoto (Capixaba). Técnico: Marquinhos Santos.

Ficha técnica
INTERNACIONAL 1 x 0 JUVENTUDE
Data: 18/07/2021
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS);
Hora: 20h30 (de Brasília);
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR);
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Sidmar dos Santos Meurer (PR);
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN).
Gols: Thiago Galhardo, aos 5′ do segundo tempo para o Internacional.
Cartões amarelos: Paulo Victor, Edenílson, Caio Vidal (INT); Vitor Mendes, Marquinhos Santos, Carné, Paulinho Bóia (JUV)
Cartão vermelho: Guilherme Castilho (JUV).

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube