Fechar

logo
logo

Fechar

Grêmio se vinga do Flamengo e respira no Brasileirão

Da redação com Folhapress. Publicado em 19 de setembro de 2021 às 23:24.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – O Grêmio venceu o Flamengo por 1 a 0 no fim da noite deste domingo (19), com gol de Borja, e ganhou sobrevida no Campeonato Brasileiro, em que ainda tenta deixar a zona rebaixamento.

Aguerrido, o time gaúcho soube controlar o placar e sofrer para conseguir a vitória válida pela 21ª rodada. De quebra, complicou o rival rubro-negro, que viu a distância para o líder Atlético-MG aumentar para 11 pontos -os flamenguistas, no entanto, têm dois jogos a menos.

Com a rivalidade aflorada desde o recente encontro na Copa do Brasil, o jogo começou com disputas duras. Rodrigo Caio e Borja foram os mais nervosos entre os jogadores, com divididas fortes durante toda a partida.

O colombiano ainda provocou o goleiro Diego Alves, com quem acabara de discutir, ao abrir o placar para os gaúchos, no final da primeira etapa. Já nos acréscimos do segundo tempo, no entanto, foi a vez do arqueiro levar a melhor sobre o atacante ao defender pênalti cobrado por Borja.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

A partida ainda foi marcada por uma paralisação no início da etapa final para atendimento a Gabriel Chapecó. Após um choque forte com o companheiro Ruan, o goleiro do Grêmio passou mal em campo e foi substituído com fortes dores. Ele deixou o gramado de maca para a ambulância, onde foi atendido.

Com a vitória, o Grêmio chegou à 17ª posição, agora com 22 pontos, e segue vivo na briga contra o rebaixamento. Já o Flamengo, ainda com 34, é o terceiro.

FLAMENGO
Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Rodrigo Caio, Léo Pereira e Renê; Willian Arão, Andreas Pereira (Thiago Maia), Everton Ribeiro (Bruno Henrique) e Vitinho (Pedro); Michael (Kenedy) e Gabigol. T.: Renato Gaúcho

GRÊMIO
Gabriel Chapecó (Brenno); Wanderson, Ruan, Rodrigues e Rafinha (Bruno Cortez); Thiago Santos, Lucas Silva (Matheus Sarará), Villasanti e Alisson (Diogo Barbosa); Ferreirinha (Léo Pereira) e Borja. T.: Luiz Felipe Scolari

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Árbitro de vídeo: Braulio da Silva Machado (Fifa/SC)
Cartão amarelo: Isla, Rodrigo Caio e Bruno Henrique (FLA); Borja, Thiago Santos, Vanderson e Matheus Sarará (GRE)
Gol: Borja (GRE), aos 47’/1ºT

 

arremate
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube