Fechar

Fechar

Goleiro do Botafogo-PB: “Eles perderam a oportunidade de ampliar a vantagem”

Da Redação. Publicado em 7 de abril de 2018.

Principal destaque do Botafogo-PB na derrota por 1 a 0 para o Campinense no primeiro jogo das finais do Paraibano 2018, o goleiro Saulo evitou um revés maior da equipe em pelo menos três oportunidades muito claras.

No primeiro tempo, defendeu um chute colocado de Marcinho, da entrada da área, que iria no seu canto esquerdo. Na segunda etapa, foi fundamental em dois milagres. O primeiro na falta cobrada da intermediária por Alex Murici, que iria no ângulo esquerdo, mas ele se esticou todo e mandou para escanteio. Depois, Jackinha invadiu a área livre pela esquerda. O arqueiro foi ágil e saiu para abafar o chute e evitar o segundo gol da Raposa.

Rejeitando o status de herói na partida, o camisa 1 do Belo está focado na decisão de domingo, e disse o que é preciso para que a taça fique na Maravilha do Contorno.

– Temos que ganhar o jogo. A decisão é em 180 minutos. Nós tínhamos uma ligeira vantagem, insignificante, porque só serve quando acaba tudo. Uma vitória nos dá o título e vamos trabalhar em prol disso – afirmou.

Durante toda primeira etapa, o sistema defensivo botafoguense viveu uma constante pane. O Campinense conseguia se infiltrar na zaga do Belo de todas as formas sem ser incomodado. O nervosismo dos pessoenses era evidente, e ficou muito claro em decisões simples que acabaram quase se tornando dores de cabeça.

Foto: Ascom / Botafogo-PB

Um lance que ilustra bem aconteceu no meio do primeiro tempo, quando o goleiro Saulo saiu em uma bola em que a defesa seria simples, já que claramente ele chegaria antes do atacante raposeiro. Porém, o arqueiro preferiu sair com os pés e a bola acabou apenas subindo. O zagueiro Gladstone foi tentar corrigir e afastar de cabeça, e a pelota tomou a direção oposta a que ele queria, indo da entrada da grande área para o escanteio em favor do time adversário.

Apesar disso, Saulo não concorda que o time tenha ficado aflito após sofrer o gol logo no primeiro minuto da partida. De acordo com o goleiro, a postura do time foi de evitar uma maior vantagem do Campinense naquele momento, uma vez que tornaria o trabalho no jogo da volta ainda maior.

– Dentro de campo não vimos isso (nervosismo). Sabíamos que eles viriam com uma proposta de pressionar para tentar inverter a vantagem. Eles estão com as pernas descansadas, não vinham jogando, e nós estamos em uma maratona de jogos. A partir do momento em que fizeram o gol, a preocupação foi que eles não aumentassem a vantagem, já que uma vitória nos dá o título. Conseguimos segurar o ímpeto deles, E e agora só uma vitória nos separa do título – finalizou.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube