Fechar

Fechar

FPF divulga nota explicativa, mas esquece brecha que pode paralisar Paraibano 2018

Da Redação. Publicado em 14 de março de 2018 às 19:16.

A Federação Paraibana de Futebol adiou três vezes, mas finalmente divulgou “nota explicativa” sobre parte das polêmicas interpretações em relação ao regulamento do Paraibano 2018.

E como já era de se esperar, a entidade fez mea-culpa, reconheceu que há “interpretação disforme entre o conteúdo explicativo e a ordem dos jogos das respectivas fases” do certame e conferiu a Campinense e Treze, líderes dos Grupos A e B, respectivamente, todas as vantagens das semifinais do estadual.

Quais sejam: jogar a partida de volta com mando de campo e se classificar em caso de empate na soma dos resultados das duas partidas.

O documento foi enviado à imprensa no início da noite desta quarta-feira (14), faltando pouco menos de duas horas para começar a partida CSP x Serrano, que vai definir o terceiro semifinalista do estadual 2018.

Ou não. Isso porque, no entendimento de dirigentes de Botafogo-PB e Sousa, a redação do parágrafo 3º do Artigo 9 do regulamento, que versa sobre como será definida a ordem dos outros dois semifinalistas, acaba apontando para Belo e Dino como já classificados, uma vez que suas pontuações na primeira fase não podem ser superadas por CSP ou Serrano, os quais disputam a outra perna da repescagem.

Imagem: FPF

A segurança jurídica e o andamento do Campeonato Paraibano 2018, dessa forma, podem ser colocados em risco.

Nos bastidores, aumentam os rumores de que as Diretoria Jurídicas de Botafogo-PB e Sousa, dependendo de quem for eliminado na partida entre ambos marcada para esta quinta-feira (15), podem acionar a Justiça Desportiva, invocando o Artigo 9 do regulamento, para reivindicar o que consideram o direito de disputar a fase semifinal com base no que está escrito no parágrafo 3º.

Na manhã desta quarta-feira (14), por exemplo, o presidente do Sousa, Aldeone Abrantes, citou o referido trecho das regras do estadual ao saudar seus seguidores em uma rede social.

Leia a íntegra da “nota explicativa” assinada pelo diretor jurídico da FPF, Marcos Souto Maior Filho, e divulgada pela entidade na noite desta quarta (14).

 

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube