PODE?

FPF consulta STJD e agora cogita marcar Botafogo-PB x Treze com urgência

18/03/2018 às 21:54

Fonte: Da Redação

Se a FPF praticamente se calou na sexta-feira e no sábado, diante do turbilhão de acontecimentos em torno das semifinais do Campeonato Paraibano, principalmente sobre o jogo Botafogo-PB x Treze, neste domingo (18) a entidade enviou ofício ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e agora espera um parecer para agendar definitivamente (ou não) a partida.

No documento, assinado pelo diretor jurídico Marcos Souto Maior Filho, ao se dirigir ao órgão e explicar o porquê de não ter confirmado o clássico para a tarde deste domingo, a Federação fez uma consulta legal e questiona o STJD sobre a possibilidade de dispensar os “obstáculos legais” para a marcação da peleja.

A “Casa da Bola” estadual sugere duas datas para a realização da partida: dia 19 (segunda-feira) e dia 25 (próximo domingo). Isso porque, na próxima quinta-feira, tanto Botafogo-PB, quanto Treze, entram em campo pela Copa do Nordeste e há a obrigação de se respeitar o intervalo mínimo de 66 horas entre um jogo e outro.

Citando o Artigo 14 do Estatuto do Torcedor (que fala das obrigações do mandante em garantir a segurança da partida), a FPFf explica a decisão de não ter remarcado o Clássico Tradição para este domingo.

– Inexiste condição de coordenar todos os envolvidos na realização de uma partida em prazo tão exíguo, sob pena de serem inobservadas as disposições legais – diz o ofício.

Em outro trecho, também se baseia em três novos artigos do Estatuto do Torcedor para justificar a não marcação da partida no domingo: o 16 (que fala dos deveres da FPF), 17 (os direitos dos torcedores) e 20 (relativo à venda de ingressos com o prazo de 72 horas para o jogo). Esses mesmos artigos impediriam que o jogo acontecesse na segunda-feira, por isso a Federação consulta o STJD sobre o caso.

– Esta Federação Paraibana de Futebol está disposta e deseja realizar a partida amanhã (segunda-feira), no turno da noite, contudo precisa da anuência e referendo do Superior Tribunal de Justiça Desportiva em vista dos obstáculos legais – versa o documento.

Veja a íntegra do ofício enviado pela FPF para o STJD.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons