Flamengo visita Bahia para tentar manter regularidade

Da redação com Folhapress. Publicado em 18 de julho de 2021 às 10:41.

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Vencer na estreia é um feito que qualquer treinador deseja, e Renato Gaúcho conseguiu isso no Flamengo. Porém, a atuação frente ao Defensa y Justicia (ARG) na quarta-feira (14), pela Libertadores, esteve longe de encher os olhos da torcida.

O técnico, então, já se vê diante do desafio de fazer o time dar respostas imediatas em meio a um período de transição e com um calendário apertado -o mesmo cenário que assombrou os últimos técnicos contratados desde a saída de Jorge Jesus para o Benfica, registre-se.

O triunfo modesto na briga por vaga nas quartas da Libertadores mostrou um Flamengo com uma forma de atuação distinta do que vinha fazendo nas últimas temporadas, e abaixo do esperado, mesmo com alguns desfalques de peso -como Rodrigo Caio, Willian Arão, Diego e Bruno Henrique.

Agora, o Flamengo terá no duelo com o Bahia às 18h15 deste domingo (18), pelo Campeonato Brasileiro, uma oportunidade de gerar uma nova impressão sobre o treinador, que, apesar de recém-chegado, já convive com alguma desconfiança.

A delegação rubro-negra desembarcou no Rio na quinta-feira (15) e retomou as atividades nesta sexta (16). Na curta preparação para enfrentar o Bahia, Renato tenta moldar o elenco à forma que pensa ser a melhor de fazer o time atuar e busca iniciar de forma positiva o caminho na Gávea como treinador.

“Vamos continuar sem tempo para treinar. Está na base da conversa, do vídeo, mas eu tenho um grupo maravilhoso, com qualidade muito grande. E esse grupo vai ficando mais forte à medida que vamos tirando jogadores do departamento médico”, disse.

“As pessoas têm de entender todos os problemas que estamos passando: muitos jogadores fora, alguns que jogaram pela primeira vez juntos. No fim da história, o Flamengo ganhou fora de casa uma partida importante pela Libertadores”, completou.

De fato, o comandante rubro-negro não teve à disposição boa parte daquele time que até outrora se mostrava dominante, algo que era uma reclamação constante de Rogério Ceni, antecessor de Renato e demitido no último final de semana.

Ao citar jogadores que atuaram pela primeira vez juntos, um exemplo foi o dos volantes Thiago Maia e João Gomes, em setor que, recentemente, perdeu Gerson, vendido ao Olympique de Marselha (FRA), e ainda busca novo encaixe. Este, inclusive, foi um desafio que Ceni não conseguiu concluir.

Ao menos Willian Arão, que estava suspenso na Libertadores, estará à disposição para reforçar o meio-campo contra o Bahia -no entanto, com Ceni, ele vinha sendo utilizado na zaga. Renato ainda aguarda eventuais reforços, o que não parece ser das situações mais fáceis.

Na quinta, durante o desembarque, Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo, voltou a apontar as conversas por Thiago Mendes, atualmente no Lyon (FRA), e Kenedy, que tem os direitos ligados ao Chelsea (ING) – a tentativa é concretizar contratos de empréstimo.

O dirigente, porém, salientou que o Flamengo tem de ter paciência e que já avisou ao treinador que tratam-se de tratativas mais complicadas.

Estádio: Pituaçu, em Salvador (BA)
Horário: 18h15 (de Brasília) deste domingo (18)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Transmissão: Premiere

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube