Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Diretoria do Bota-PB convoca coletiva em meio a bastidores agitados e polêmicas

Da Redação. Publicado em 10 de julho de 2019 às 7:00.

A diretoria do Botafogo-PB convocou uma entrevista coletiva para a tarde desta quarta-feira (10), na Maravilha do Contorno. No comunicado da Assessoria de Imprensa do Belo, divulgado há dois dias, não foi mencionada a pauta a ser tratada.

Mas certamente não vai faltar polêmica. É que depois da derrota de sábado para o Sampaio Corrêa, no Almeidão, vários acontecimentos acabaram deixando os bastidores botafoguenses agitados.

Foto: Ascom / Botafogo-PB

Foto: Ascom / Botafogo-PB

Primeiro foi o goleiro Saulo. Vaiado por parte da torcida na saída do gramado, o arqueiro se envolveu numa situação embaraçosa ao deixar o vestiário e xingar o comentarista Adriano Almeida, do Voz da Torcida.

O fato aconteceu durante a entrevista de pós-jogo do técnico Evaristo Piza. O repórter estava formulando um questionamento ao treinador e foi xingado pelo jogador do Belo.

– Quando ganha não aparece, mas quando perde está aqui. Isso é um filho da p… – exclamou Saulo, que, provavelmente por desatenção, nunca percebeu a presença de Adriano Almeida nas entrevistas após as partidas do Botafogo-PB no Almeidão.

Outra polêmica partiu de áudios vazados no WhatsApp. Atribuídas a uma pessoa com acesso aos bastidores do clube, as mensagens sugeriam que haveria um desconforto na relação de Evaristo Piza e o meia Marcos Aurélio, o que foi prontamente negado pelo treinador.

Por fim, uma declaração do vice-presidente Social Antônio Navarro irritou boa parte da torcida do Belo.

Em entrevista à Rádio Tabajara, na segunda-feira, o dirigente reservou alguns minutos para criticar a torcida. Segundo ele, “o Botafogo-PB não tem torcedores. Tem espectadores”.

Na opinião de Navarro, a diretoria deve colocar em pauta em futuras reuniões a possibilidade de fazer promoção nos ingressos das partidas.

Desde que o preços das entradas para jogos aumentaram, ainda no mata-mata da Copa do Nordeste, não houve mais o retorno aos valores mais tradicionais. Apesar de considerar que o tema possa ser pauta novamente, o vice revelou a sua opinião na entrevista: promoção não aumenta o público em jogos do Botafogo-PB.

– O Botafogo-PB não tem torcida, tem espectadores. Ivan Bezerra dizia isso. A torcida não vai a campo. Quando o Botafogo-PB precisa, não vão três ou quatro mil pagantes. Vamos fazer uma reunião e botar uma promoção em pauta. Mas você vê o horário do próximo jogo em casa, contra o ABC, vai ser às 17h. O torcedor vai logo dizer que não vai por causa do horário – defendeu, provocando reações contrárias dos botafoguenses.

Muitos torcedores criticaram a entrevista de Antônio Navarro, tanto no perfil oficial do clube quanto em perfis da torcida. As torcidas organizadas do Belo Fúria Independente e Império Alvinegro também se posicionaram, através de notas oficiais, frontalmente às palavras do dirigente.

Quarto colocado do Grupo A da Série C, com 16 pontos e duas derrotas seguidas, o Botafogo-PB se prepara para encarar o Santa Cruz, às 18h de domingo (14), no Arruda.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube