Fechar

logo

Fechar

Deu empate no clássico regional jogado no Castelão

Da redação com Folhapress. Publicado em 8 de novembro de 2020 às 22:57.

Paraíba Online • Deu empate no clássico regional jogado no Castelão

Foto: Ascom

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Ceará e Sport se enfrentaram na noite deste domingo (8) pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clássico nordestino, que aconteceu na Arena Castelão, em Fortaleza (CE), terminou empatado em 0 a 0. Ambas as equipes jogaram com desfalques importantes.

A situação na tabela não mudou para os times com esse resultado. Com um ponto a mais cada, as equipes permaneceram na mesma colocação; o Vozão em 12º e o Leão em 9º.

Para a próxima rodada, o Ceará viaja até Porto Alegre (RS) para enfrentar o Grêmio, em jogo que acontece às 19h do próximo sábado (14). O Sport recebe o Vasco na Ilha do Retiro, em Recife (PE), para a partida que acontece às 16h30 também no próximo sábado.

QUEM FOI BEM: SAMUEL XAVIER
O lateral direito do Ceará foi o nome que mais apareceu no jogo, do começo ao fim. Samuel Xavier iniciou a partida com 15 passes completos antes mesmo dos 20 minutos e manteve a atuação ativa no segundo tempo, participando das principais tentativas do Vozão em cima do Sport.

CEARÁ POUCO CRIATIVO
O time da casa teve dificuldade em sair para o contra-ataque com a forte marcação dos visitantes, apesar de deter a maior posse de bola durante a primeira metade do jogo. O Vozão chegou no ataque principalmente com a bola aérea, mas sem muita criatividade e sem sucesso.

Apesar de crescer após o intervalo e conseguir criar algumas jogadas com as entradas de Felipe Vizeu, Lima e Saulo Mineiro, o Ceará conseguiu assustar o Sport poucas vezes com uma bola na trave e chutes para fora ou em cima do goleiro.

SPORT NA RETRANCA
O Leão começou o jogo com forte marcação na defesa e conseguiu interromper os lances do Ceará no começo, principalmente nas laterais, mas ofensivamente, não incomodou muito o time da casa. A primeira finalização foi apenas aos 29 minutos do primeiro tempo.

No segundo tempo o Sport continuou jogando na retranca, atrapalhando ao máximo as jogadas do time da casa. Sem apostar no contra-ataque, terminou a partida com apenas quatro finalizações.

GOLEIROS ‘DE FOLGA’ E DESFALQUES SENTIDOS
Ambos os times apostaram em um jogo defensivo ao longo do primeiro tempo, com o Vozão criando mais chances que o Sport, mas nenhuma das equipes chegou a dar trabalho para os goleiros. Tanto o Ceará, quanto o Sport, apertaram na marcação durante o primeiro tempo.

No segundo tempo o Vozão conseguiu assustar Luan Polli com uma bola na trave de Felipe Baxola e alguns chutes, mas o goleiro não precisou fazer nenhuma grande defesa. Fernando Prass, por sua vez, quase não viu o Leão chegar em sua área.

Os dois times pareceram sentir seus desfalques. Enquanto o Ceará estava sem Vina, Eduardo Brock, Fabinho, Leandro Carvalho e Luiz Otávio, o Sport entrou em campo sem Patric, Raul Prata, Marcão, Barcia, Betinho e Alê Santos.

CEARÁ
Ceará: Fernando Prass; Samuel Xavier, Tiago Pagnussat, Klaus e Alyson; Pedro Naressi (Saulo Mineiro), Charles (Wescley), Felipe Baxola (Ricardinho) e Fernando Sobral; Léo Chú (Lima) e Cléber (Felipe Vizeu). Técnico: Guto Ferreira

SPORT
Luan Polli; Chico (Rafael Thyere), Iago Maidana, Adryelson, Ewerthon (Márcio Araújo) e Sander; Júnior Tavares, Ricardinho (Ronaldo Henrique), Jonatan Gomez (Bruninho) e Lucas Mugni; Thiago Neves. Técnico: Jair Ventura

Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcus VInícius Gomes (MG)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Sander, Ricardinho e Luan Polli (Sport)

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube