Fechar

Fechar

CRB decide na bola parada e supera Treze na abertura do Nordestão

Da Redação. Publicado em 16 de janeiro de 2018.

Foto: Paraibaonline

No péssimo gramado do estádio Amigão, o Treze até que teve bom volume de jogo, mas perdeu por 2 a 1 para o CRB na noite desta terça-feira (16), na abertura da Copa do Nordeste 2018.

A partida teve validade pela primeira rodada do Grupo A do torneio regional.

Aproveitando-se de dois lances de bola parada, o Galo da Pajussara anotou seus gols com Ayrton, de falta, e Marcão, de pênalti.

O zagueiro Leonardo Luiz, aproveitando cobrança de escanteio, já nos acréscimos, conseguiu diminuir para o Alvinegro.

Depois de perder por 2 a 1 na estreia, o Treze vai buscar seus primeiros pontos no Grupo A da competição no duelo contra o Santa Cruz, no dia 6 de fevereiro.

Já o CRB pega o Confiança-SE, em Maceió.

Antes, porém, o Galo da Borborema tem compromissos pelo Paraibano e pela Copa do Brasil.

No próximo domingo, por exemplo, o Treze vai até João Pessoa para o primeiro clássico do ano contra o Botafogo-PB, pela terceira rodada do estadual.

O jogo

O alvirrubro alagoano jogou sem a bola a maior parte do tempo, mas em uma cobrança de falta e outra de pênalti marcou duas vezes e conseguiu sua vitória. No fim do jogo, o Galo descontou, mas não conseguiu evitar o revés.

Era o primeiro jogo do time de Maceió na temporada, e se imaginava que o Galo da Borborema iria para cima logo no início para se aproveitar se sua melhor condição física e do ritmo de jogo. Mas quem foi primeiro ao ataque foram os visitantes.

Aos 3 minutos, o alvirrubro chegou com perigo pela direita e, após cruzamento, Rafael Bastos desviou de pé direito e obrigou Saulo a fazer uma grande defesa, no canto rasteiro esquerdo, para salvar o Galo.

O Treze começou a controlar o jogo e passou a criar mais oportunidades a partir dos 9 minutos, quando Dedé encontrou Tininho livre dentro da área, e o jogador mandou para as redes, mas o auxiliar havia marcado o impedimento corretamente, anulando o gol.

Foto: Paraibaonline

Aos 13 minutos, Johnnattan subiu pela esquerda, cortou o zagueiro perto da linha de fundo e bateu de pé direito, mas a bola foi por cima da meta do arqueiro alagoano. Onze minutos mais tarde, o veterano lateral Ferreira subiu bem pela primeira vez pelo lado direito e acertou um de seus cruzamentos precisos na cabeça de Reinaldo Alagoano. A atacante mandou a direita do gol adversário.

Tininho, aos 28 minutos, chutou cruzado, de pé direito, da entrada da área, e a bola passou muito perto da trave direita do gol defendido por João Carlos.

Perto do fim do primeiro tempo, aos 39 minutos, o lamentável piso do estádio Ernani Sátyro fez sua primeira vítima. O goleiro Saulo, do Treze, saiu para abafar a bola do ataque alagoano, ficou com o joelho preso no gramado e acabou se lesionando. O camisa 1 continuou jogando no sacrifício, e ainda defendeu uma falta cobrada por Ayrton antes do encerramento da primeira etapa do jogo.

Ao fim da partida, Saulo admitiu ter tomado uma injeção no seu joelho nos vestiários para continuar jogando o restante dos 90 minutos.

Segundo tempo

Depois do intervalo o Treze continuava com mais posse de bola e dominando as ações das partidas. E já no início quase conseguiu abrir o placar. Aos 7 minutos, Tininho cobrou falta da esquerda e o zagueirão alagoano mandou para escanteio, mas a bola passou muito perto da trave direita do goleiro do CRB. Na sequência, o camisa 10 bateu escanteio fechado e quase marcou o gol olímpico, mas o arqueiro mandou pela linha de fundo novamente.

Dez minutos mais tarde o lateral esquerdo Rayro fez boa jogada, foi cortando para o meio, invadiu a área e chutou de pé direito, mas a bola desviou na zaga e foi por cima do gol.

De tanto pressionar, o Treze ativou um velho ditado do futebol: quem não faz, leva. Aos 24 minutos, Ayrton, em sua especialidade, cobrança de falta, mandou no ângulo esquerdo de Saulo e fez o primeiro do jogo. Um golaço.

O Treze tentou reagir aos 32 minutos, quando Dedé acertou um chutaço da entrada da área, mas João Carlos fez grande defesa para evitar o empate.

Indo para cima, o Treze deixava espaços na defesa e, aos 40 minutos, Edson Ratinho avançou pela direita e achou Marcão na entrada da área. Ele chutou de direita e a bola bateu na mão de Leonardo Luiz. O árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o próprio Marcão mandou no canto esquerdo de Saulo, rasteiro, e fez o segundo gol do jogo.

Um detalhe nos dois gols do time alagoano é que a bola foi sempre no lado esquerdo do goleiro, justamente o do joelho lesionado, o que dificultava a impulsão de Saulo para lances naquele canto.

No fim da partida, após cobrança de escanteio pela direita, aos 43 minutos, Leonardo Luiz subiu mais que todo mundo e cabeceou no ângulo esquerdo da meta regatiana e diminuiu o marcador.

O Galo tentou pressionar e dois minutos depois a bola sobrou para Reinaldo Alagoano dentro da área. O camisa 9 chutou de pé direito, mas João Carlos conseguiu fazer a defesa em dois tempos. Aos 46, Reinaldo alagoano apareceu de novo. Dessa vez, da meia lua da grande área, ele tocou colocado no canto esquerdo e, mais uma vez, o arqueiro do CRB fez boa intervenção e evitou o empate.

Pelo esforço do time na partida, a torcida alvinegra apoiou os jogadores na saída do gramado do Amigão.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube