Fechar

Fechar

Coxa quebra jejum e bate o Brasil de Pelotas fora de casa

Da redação com Gazeta.net. Publicado em 27 de agosto de 2018 às 22:18.

Em um momento importante da competição, o Coritiba conseguiu sua primeira vitória no mês de agosto, a segunda como visitante na Série B do Campeonato Brasileiro, ao bater o Brasil de Pelotas por 1 a 0, Estádio Bento Freitas. Com o resultado, o Alviverde chegou aos 33 pontos, na 10ª colocação. Já o Xavante, com 25 pontos, se complicou na zona de rebaixamento na 18ª posição.

O Coxa abriu a contagem aos 19 minutos da primeira etapa, com Guilherme Parede, que invadiu a área em velocidade e bateu cruzado para estufar a rede e encerrar o jejum.

Na próxima rodada, o Brasil de Pelotas encara o Sampaio Corrêa, terça-feira, dia 4 de setembro. Já o Coritiba enfrenta o Boa Esporte, no mesmo dia, no Estádio Couto Pereira, na capital paranaense.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

O jogo – O Xavante criou sua primeira oportunidade em cobrança e bola parada de Pereira, que mandou no meio do gol, nas mãos de Wilson. Pressão gaúcha, aos cinco minutos, com Wilson parando chute cruzado de Pereira e, na sobra, operando um milagre em arremate de Lourency. Jean Carlos cobrou falta de muito longe, aos 10 minutos, Pitol soltou, mas a defesa conseguiu afastar.

A partida era bem disputada, com muito equilíbrio. Aos 16 minutos, cruzamento na pequena área para Bruno Moraes, que se atrapalhou com a bola. Mas, aos 19 minutos, Guilherme Parede invadiu a área, deixou a defesa para trás e bateu cruzado para estufar a rede e abrir o placar. O Brasil tentou responder rápido, com Nirley aproveitando escanteio, aos 21 minutos, para testar por cima da meta.

O time da casa buscava ficar mais tempo com a bola, mas não transformava a posse em oportunidades concretas. Aos 33 minutos, Guilherme Parede pegou sobra de bola e chutou mascado, nas mãos de Pitol. Com mais espaço, Parede ia se destacando nos contra-ataques, como aos 37 minutos, quando o atacante serviu Bruno Morais, que mandou a bomba para mais uma intervenção de Pitol.

As equipes retornaram depois do intervalo sem novidades. Aos dois minutos, após cobrança de escanteio, Lourency pegou a sobra e isolou a bola. Aos seis minutos Wilson cruzou, já dentro da área, mas forte demais. Léo Bahia ainda deu o peixinho, mas para longe da meta. Só dava Xavante e, aos nove minutos, Alex Ruan soltou o pé, à esquerda de Wilson, com muito perigo.

A equipe coxa-branca se fechou na defesa em um verdadeiro ferrolho, apostando no contra-ataque, mas mais preocupada em segurar o ímpeto gaúcho. Aos 17 minutos, Pablo partiu par acima da defesa, fez fila, mas deixou a bola correr demais e ficar com Pitol. Aos 19 minutos, Pereira cobrou escanteio fechado e Wilson deu um tapa para ceder escanteio.

O torcedor xavante já se mostrava impaciente com o time, que tinha dificuldade em passar da intermediária adversária. Aos 30 minutos, Jean Carlos recebeu na área, girou o corpo e chutou para Dumas salvar em cima da linha. Aos 39 minutos, Léo Bahia serviu Luiz Eduardo, que chegou batendo para fora, com perigo. Até Pitol foi para a área, aos 47 minutos, mas após confusão a bola ficou com Wilson.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube