Fechar

logo

Fechar

Com um jogador expulso, Fortaleza derrota o líder Atlético-MG

Da redação com Folhapress. Publicado em 8 de outubro de 2020 às 0:13.

Foto: Ascom/Fortaleza

Foto: Ascom/Fortaleza

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Atlético-MG teve sua sequência de vitórias interrompida na noite desta quarta (7), mas mesmo assim continua na liderança isolada do Campeonato Brasileiro. Na Arena Castelão, o Galo perdeu para o Fortaleza por 2 a 1, na 14ª rodada, e não conseguiu emplacar o quinto triunfo consecutivo na competição.

Os gols do jogo foram marcados por David, a favor do Leão, e Eduardo Sasha, que deixou tudo igual ainda no primeiro tempo, mas coube a Bruno Melo garantir os três pontos para a equipe cearense.

O time mineiro ainda contou com a sorte, já que o árbitro de vídeo anulou um gol do Fortaleza no segundo tempo. O meia-atacante Yuri César havia balançado as redes de Everson em um chute de fora da área, mas em imposição de impedimento, de acordo com o VAR.

Com a derrota o Atlético-MG fica com 27 pontos, três a mais do que o Flamengo, o segundo colocado, e quatro de distância do São Paulo, o terceiro. Já o Fortaleza chega aos 20 pontos e ganha uma posição, chegando ao nono lugar.

YURI CÉSAR: MANDOU BEM
O jovem Yuri César entrou na vaga de Deivid, que saiu lesionado, e fez uma bagunça no jogo. O meia-atacante chegou a marcar um gol, anulado pelo VAR, mas ajudou a dar mobilidade ao setor ofensivo do Fortaleza. Yuri foi um aposta de Rogério Ceni, que mesmo perdendo o volante Felipe expulso, optou por colocar no jogo uma peça ofensiva, sabendo que seu time tinha um a menos.

FELIPE: MANDOU MAL
O Fortaleza vencia a partida com o gol marcado por David aos 36 minutos do primeiro tempo. Dois minutos depois o volante Felipe levou o segundo cartão amarelo e, consequentemente, o vermelho, prejudicando sua equipe. O volante deixou o Leão com um a menos em campo e pouco depois os cearenses sofreram o empate, ainda na primeira etapa.

MARIANO TAMBÉM FOI MAL
Pelo lado alvinegro o lateral-direito Mariano, mesmo com muita experiência, não conseguiu fazer um bom jogo. O jogador não foi uma boa opção ofensiva para o Galo em seu setor do campo.

GALO TEVE MAIS POSSE DE BOLA, MAS FORTALEZA COMPLICOU
Com estilo de jogo bem parecido, Jorge Sampaoli e Rogerio Ceni surpreenderam nas escalações inicias. O argentino apostou no lateral-direito Mariano, no zagueiro Bueno e no lateral-esquerdo Fábio Santos no time titular.

O lado direito do Galo não regulou bem, tanto que Mariano acabou sendo substituído por Guga no segundo tempo.

Mas, até o momento em que os dois times tinham 11 de cada lado, as equipes travaram um embate bem parelho na Arena Castelão.

No entanto, mesmo com um elenco mais qualificado o Atlético-MG teve dificuldade com a marcação do Fortaleza.

O Galo pressionou bastante, por muitos momentos encurralou o Leão no campo defensivo, mas a marcação coletiva do time mandante impediu que os atleticanos chegassem ao quinto triunfo consecutivo no jogo. E o pior, acabou impondo uma derrota doída ao líder do Campeonato.

CENI VENCE MAIS UMA
Em duelos particulares entre Sampaoli e Rogério Ceni, o técnico brasileiro levou a melhor mais uma vez. É a terceira vez em três jogos, segunda pelo Fortaleza, que Ceni impõe derrota a Sampaoli.

Ainda quando técnico do Cruzeiro, em 2019, Rogério Ceni venceu o Santos, que naquela ocasião tinha Jorge Sampaoli como treinador.

Ceni já admitiu que é um “apaixonado” pelo trabalho de Saampaoli.

CRONOLOGIA DO JOGO
O Fortaleza abriu o placar aos 36 minutos do primeiro tempo com David, que com um chute cruzado balançou a rede de Everson.

Mas, cinco minutos depois o Atlético-MG já tinha empatado. Com um a mais em campo após a expulsão do volante Felipe, do Leão, o Galo chegou ao empate com Eduardo Sasha, aos 41 minutos. O atleticano, dentro da área, finalizou no cantinho do goleiro Felipe Alves.

No segundo tempo, Yuri César chegou a marcar o segundo gol do Fortaleza, aos 19 minutos, mas o lance foi anulado pelo árbitro de vídeo por impedimento. Apesar disso, o lateral-esquerdo Bruno Melo garantiu a vitória dos mandantes com um gol de cabeça, aos 39 minutos da etapa final.

FORTALEZA
Felipe Alves; Tinga, Roger Carvalho, Paulão e Carlinhos (Bruno Melo); Felipe, Juninho, Ronald, Gabriel Dias e Romarinho (Osvaldo) (Marlon); David (Yuri César). Técnico: Rogério Ceni.

ATLÉTICO-MG
Everson; Mariano (Guga), Bueno, Réver, Fábio Santos (Marquinhos); Jair, Allan, Guilherme Arana, Hyoran (Marrony); Eduardo Sasha e Keno. Técnico: Jorge Sampaoli.

Estádio: Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF).
Cartões amarelos: David e Gabriel Dias (Fortaleza); Mariano e Keno (Atlético-MG).
Cartão vermelho: Felipe (Fortaleza)
Gols: David, aos 36min, e Sasha, aos 41min do primeiro tempo. Bruno Melo, aos 39min do segundo tempo

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube