Fechar

logo

Fechar

Com muitos problemas, Palmeiras pega o Fluminense em casa

Da redação com Folhapress. Publicado em 14 de novembro de 2020 às 11:18.

Foto: Ascom/Palmeiras

Foto: Ascom/Palmeiras

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Palmeiras tem uma longa lista de problemas para o jogo contra o Fluminense, neste sábado (14), às 21h30, no Allianz Parque, pela segunda rodada do segundo turno do Campeonato Brasileiro. Zé Rafael, com um entorse no tornozelo direito, e Luiz Adriano, em transição entre a parte física e técnica, não participaram do último treino e devem completar a lista de 14 desfalques para o confronto.

As ausências do time alviverde são as seguintes: Weverton, Gustavo Gómez e Viña (convocados para seleções nacionais); Luan, Gabriel Menino (diagnosticado na seleção), Danilo, Gabriel Silva e Rony (Covid-19); Ramires (à espera de exame para Covid-19); Zé Rafael, Felipe Melo, Wesley e Luan Silva (contundidos); Luiz Adriano (transição entre parte física e técnica).

Sem estes jogadores, o técnico Abel Ferreira pode ter de escalar o reforço Breno Lopes, que fez nesta tarde seu primeiro treino com o grupo.

Com sete vitórias consecutivas -incluindo também jogos pela Libertadores e Copa do Brasil, o Palmeiras tenta se reaproximar do G-4 do Brasileirão. Com 31 pontos em 19 partidas, o time está na sexta colocação. Nas últimas três partidas pelo torneio, ganhou de Vasco, Atlético-MG e Atlético-GO.

A recuperação do Palmeiras começou na goleada por 5 a 0 sobre o Tigre, pela Libertadores, logo após a demissão do técnico Vanderlei Luxemburgo. Nas sete vitórias, o time alviverde marcou 19 gols e sofreu apenas um.

Já o Fluminense deve ter um reforço e tanto para encarar o Palmeiras. Após desfalcar o time de Odair Hellmann nos últimos dois jogos, Nenê se aproxima do retorno e faz o técnico ‘quebrar a cabeça’ para montar o ataque.

O único jogador com titularidade garantida é Fred, centroavante de ofício que fez Odair realizar algumas adaptações táticas para compensar a falta de mobilidade, com deslocamentos curtos no pivô e a imposição física tão falada pelo técnico entre os zagueiros.

Na ausência de Nenê, Odair testou esquema com dois homens de velocidade pelas pontas e tentou centralizar o uruguaio Michel Araújo. O rendimento na criação foi ruim: nenhuma chance clara criada nos jogos contra Fortaleza e Grêmio, de acordo com o SofaScore, site especializado em estatísticas. No primeiro jogo, só houve uma finalização dentro da área, e no segundo, foram oito, mas nenhuma com perigo ao gol defendido por Vanderlei.

Melhor adaptado a jogar flutuando do meio para a ponta, Araújo também não se encontrou, enquanto os velozes Caio Paulista e Wellington Silva – que fez o gol da vitória contra o time cearense – também não convenceram.

O Fluminense joga pela recuperação, pois foi derrotado pelo Grêmio, no Maracanã, na rodada passada. A equipe carioca está em quinto lugar, com 32 pontos e tem chance de terminar a rodada no G-4.

PALMEIRAS
Jailson; Emerson Santos, Renan, Alan Empereur; Marcos Rocha, Patrick de Paula, Raphael Veiga, Lucas Lima, Gustavo Scarpa; Gabriel Veron, Willian. T.: Abel Ferreira

FLUMINENSE
Muriel; Igor Julião, Nino, Luccas Claro, Danilo Barcelos; Hudson, Dodi, Nenê, Michel Araújo; Fred, Wellington Silva. T.: Odair Hellmann

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo
Horário: 21h30 deste sábado
Juiz: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube