Com elenco fragilizado, Internacional encara o Juventude

Da redação com Folhapress. Publicado em 18 de julho de 2021 às 10:35.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) – A disputa pelo título do Campeonato Brasileiro da temporada passada até o último segundo, a pré-temporada de poucos dias, duas mudanças de comissão técnica em seis meses e enxurrada de lesões fazem o Internacional entender que o elenco está, atualmente, fragilizado.

A leitura é apresentada como contexto para atuações ruins e resultados abaixo do esperado no Brasileiro, pelo qual o time colorado receberá o Juventude às 20h30 deste domingo (18), e também Copa Libertadores, competição da qual vem de empate sem gols com o Olímpia (PAR).

De janeiro para cá, o Inter entrou em campo 46 vezes. Na média, o clube atuou a cada quatro dias. Em 11 destes jogos, esteve envolvido na disputa pelo título do Brasileiro de 2020. A avaliação interna é que a corrida pela taça gerou desgaste maior do que o normal, tanto físico quanto mental. E o preço tem sido pago, em parcelas, ao longo da atual temporada.

Outro ponto que é tratado como decisivo para a queda de rendimento está nas trocas de treinador. Em fevereiro, Abel Braga saiu para a chegada de Miguel Ángel Ramírez. E, em junho, foi a vez do treinador espanhol sair para a contratação de Diego Aguirre. A mudança de método de trabalho, desde coisas simples da rotina até o jeito de jogar, afetou o clube -não só o time, mas também o grupo de apoio no dia a dia.

O Internacional, entre fevereiro e junho, chegou a mudar peças do elenco para evoluir dentro da ideia de jogo de Miguel Ángel Ramírez. Foram alterações em menor quantidade do que o planejado, mas que, ainda assim, geraram um desequilíbrio no grupo.

Atualmente, o Inter entende que tem cerca de 20 jogadores realmente aptos para atuar com frequência e entregar alto nível de competitividade. O número é considerado baixo.

Por fim, a onda de lesões de todo tipo também é citada nos corredores do clube como um dos motivos para os maus resultados recentes. Taison, por exemplo, voltou a jogar no Gre-Nal depois de lesão muscular na coxa e novamente é baixa por entorse no tornozelo. Ou seja, não teve sequência, e nem a equipe pôde avançar em padrão e entrosamento com ele.

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Horário: 20h30 (de Brasília) deste domingo (18)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Transmissão: Premiere

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube