FÓRMULA 1

Com carros mais rápidos, recorde de 2004 pode ser batido neste domingo no GP Brasil

12/11/2017 às 7:20

Fonte: Da Redação com Gazeta Net

foto/LAT Images

Com pneus mais largos e novos componentes de aerodinâmica, os carros da Fórmula 1 estão mais rápidos em 2017. Tanto que a expectativa para este domingo é de que o recorde de volta mais rápida durante uma corrida do GP do Brasil seja finalmente batido.

A marca pertence a Juan Pablo Montoya, que atualmente compete pela Fórmula Indy. Em 2004, quando os carros utilizavam motores V10, o colombiano, então piloto da Williams/BMW, fez a melhor volta da história do Autódromo de Interlagos, com o tempo de 1min11s473. Na ocasião, ele ainda venceu a prova.

Na sexta-feira, seis pilotos baixaram o tempo de Montoya durante os dois primeiros treinos livres. Na classificação de sábado, o finlandês Valtteri Bottas instituiu o novo recorde de pole position, com o tempo de 1min08s322. O piloto da Mercedes superou o atual campeão e aposentado Nico Rosberg, que havia registrado 1min10s023, em 2014.

Além da maior potência dos carros em relação aos últimos anos, o clima é outro fator favorável à quebra do recorde de Juan Pablo Montoya. A previsão é de que faça sol e não chova durante a corrida, marcada para começar às 14 horas (de Brasília).

Com 262 pontos, Bottas é o terceiro colocado do Mundial e briga com o alemão Sebastian Vettel pelo vice-campeonato. O finlandês, que faz sua melhor temporada na F1, está confiante para a prova no traçado paulistano. “Nas últimas semanas tenho me sentido cada vez melhor no carro. Tivemos fortes problemas, aprendemos bastante com os erros, e as últimas corridas têm sido bem melhores. Estou contente com o desempenho”, afirmou.

Após o GP do Brasil, o Mundial de Fórmula 1 parte para a sua 20ª e última etapa do calendário 2017. Ela será realizada em Abu Dhabi, no dia 26 de novembro, com o britânico Lewis Hamilton já definido como campeão.

POLE

A pole position conquistada por Valtteri Bottas neste sábado pressionou ainda mais o alemão Sebastian Vettel a conseguir um grande resultado no GP do Brasil de Fórmula 1. O piloto da Mercedes não escondeu a ambição de desbancar o rival da Ferrari e assumir a vice-liderança do campeonato, se mostrando animado para a corrida deste domingo, no autódromo de Interlagos.

“Precisamos trabalhar duro, tentar até o fim. Nossa meta é chegar em segundo lugar no campeonato, é possível, a diferença é de apenas 15 pontos. Teremos que ser fortes amanhã e também em Abu Dhabi”, afirmou Bottas, que também foi o mais rápido no treino livre desta manhã.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons