Fechar

logo

Fechar

Ceará marca nos acréscimos e bate Athletico-PR

Da redação com Folhapress. Publicado em 17 de julho de 2021 às 21:25.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

MACEIÓ, AL (FOLHAPRESS) – O Ceará venceu o Athletico-PR por 1 a 0 neste domingo (17), na Arena Castelão, em Fortaleza, em partida válida pela 12º rodada da Série A. Com três jogadores titulares suspensos pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), o time cearense só conseguiu abrir o placar aos 53 minutos do segundo tempo, com gol de Wendson.

A partida teve pouca emoção durante os primeiros 30 minutos. Os primeiros lances de perigo apareceram apenas quando o Ceará, no final da primeira etapa, passou a criar algumas oportunidades, mas sempre parando no goleiro Bento. O time paranaense, por outro lado, só assustou a meta de Richard em chute de fora da área de Carlos Eduardo.

A segunda etapa não foi tão diferente e mesmo o Athletico colocando seus titulares, poupados devido a sequência de jogos, não conseguiu abrir o marcador e acabou sofrendo um gol nos últimos minutos da partida.

Com a vitória, o Ceará salta para a sexta posição da tabela, com 18 pontos somados. O Athletico-PR, por outro lado, deixou escapar a chance de dormir no G4 da competição, permanecendo na quinta colocação, com 20 pontos. O próximo jogo dos cearenses é contra o Sport, no domingo (25), às 20h30, na Ilha do Retiro. No mesmo dia, o Athletico-PR enfrenta o Internacional, às 18h15, no Rio Grande do Sul.

O meia Vina, que chegou ao Ceará em janeiro de 2020 e conseguiu acumular 23 gols e 19 assistências, não conseguiu resolver a partida. O jogador, que foi titular absoluto durante a campanha na Copa do Nordeste e no Campeonato Cearense, amarga o banco de reservas desde o começo do Campeonato Brasileiro e ganhou uma nova oportunidade neste sábado devido a suspensão de três titulares, mas não conseguiu mostrar serviço, pouco acrescentou à equipe e foi substituído no segundo tempo.

Dois lances perigosos protagonizados pelo Ceará, aos 36 e aos 38 minutos chamaram atenção pelos milagres protagonizados pelo goleiro Bento, do Athletico-PR. Ele recebeu a titularidade apenas nesta semana depois que Santos, o titular da equipe, foi convocado para defender o Brasil na Olimpíada. No primeiro, Rick recebeu de Buiú, que fez fila e finalizou para o defensor salvar com a ponta dos dedos.

Dois minutos depois, após escanteio cobrado, Cléber finalizou à queima roupa para Bento evitar o gol mais uma vez.

As ausências de Gabriel Dias, Mendoza e Jael, pelo lado do Ceará, e do lateral-esquerdo Abner, pelo clube paranaense, dificultaram o rendimento das equipes na partida, que ficaram apenas nas ameaças durante o primeiro tempo. Sem construir vantagem, os times se fecharam em suas defesas e pouco atacaram nos minutos finais, permanecendo apenas no aguardo do apito final do primeiro tempo. O Athletico-PR permaneceu trocando passes sem pressa, mas também sem inspiração, enquanto o Ceará se fechou e resistiu às investidas.

O técnico António Oliveira apostou na cavalaria titular para tentar vencer o jogo e colocou Nikão e Terans na partida aos 20 minutos do segundo tempo. Os jogadores estão sendo poupados por conta da sequência de sete jogos em pouco mais de três semanas que o time tem pela frente entre Brasileirão, Copa do Brasil e Sul-Americana. Apesar das substituições, o Furacão não conseguiu abrir o placar.

Buiú, que substituiu Gabriel Dias, suspenso pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) por se envolver na confusão durante a final da Copa do Nordeste, levou amarelo ao derrubar Renato Kayzer e está fora da partida contra o Sport, na próxima rodada.

Nos minutos finais da partida, os clubes buscaram a vitória. O Ceará foi mais ativo, protagonizou mais jogadas de ataque e conseguiu abrir o placar. Depois de cobrança de escanteio, aos 53 minutos, a bola sobrou viva dentro da área depois da cabeçada de Messias. E Wendson, na sobra, marcou para o Ceará para o Marielson Alves Silva encerrar a partida.

CEARÁ
Richard, Buiú, Messias, Gabriel Lacerda, Bruno Pacheco, Marlon (Kelvyn), Fernando Sobral (Pedro Naressi), Vina (Wendson), Rick (Yony González), Lima e Cléber (Cristiano). T.: Guto Ferreira

ATHLETICO-PR
Bento, Khellven, Pedro Henrique, José Ivaldo, Nicolas, Christian, Cittadini, Márcio Azevedo (Vitinho), Jadson (Terans), Carlos Eduardo (Nikão) e Kayzer (Matheus Babi). T.: António Oliveira.

Estádio: Arena Castelão, Fortaleza (CE)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias (ambos da BA)
Cartões amarelos: Marlon (CEA), Buiú (CEA), Cristiano (CEA); Vitinho (ATH)
Gols: Wendson (CEA), aos 53 min do 2ºT.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube